Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Depois das lágrimas, da mina sobram relatos de sangue, suor e carvão

    Diário

    André Manuel Correia

    São Pedro da Cova, que voltou agora aos noticiários por causa de um pedido de indemnização por crime ambiental, é uma antiga vila mineira marcada pelo sofrimento e pela resistência operária. Contamos como foram as vidas nesta vila, um reduto comunista no norte do país, onde os gritos romperam o silêncio das profundezas de uma exploração desumana e marcaram a história já fixada em museu

  • Um mapa para lidar com o desgosto

    Diário

    Mariana Lima Cunha

    Ryan Adams teve de lidar com um coração partido no meio de um circo mediático quando se divorciou da atriz Mandy Moore, em 2015 (“foi um divórcio muito público, o que é uma coisa terrível e humilhante”). Sobre a experiência compôs “Prisioner”, um disco que é sobre a perda e a separação, assinado por alguém que ainda não encontrou a fórmula definitiva para curar os desgostos da alma. E isso faz dele um de nós

  • Nova CPI da Caixa: agora estão todos quase de acordo

    Diário

    Marta Gonçalves e Lusa

    PSD e CDS deram entrada do requerimento da nova comissão parlamentar de inquérito (CPI) à Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues vai aceitar o pedido, uma vez que nova comissão cumpre “em absoluto os termos regimentais e constitucionais”. Apesar das críticas, o PS diz que vai “respeitar as decisões” do presidente da AR. O primeiro-ministro garante colaboração do Governo

  • Esse portuga tem samba no pé

    Diário

    Mafalda Anjos

    Em véspera de Carnaval, fomos buscar ao Arquivo Expresso a história de um português nascido perto de Felgueiras que é rei e senhor no Brasil, onde chegou a presidente da Unidos da Tijuca, uma das maiores escolas de samba do Rio de Janeiro. Neste domingo, volta a ter encontro marcado no Sambódromo. O texto, ligeiramente editado para lhe retirar as referências temporais que ficaram ultrapassadas, foi publicado originalmente na Revista Única de 13 de fevereiro de 2010

  • Extraordinariamente triste

    Diário

    Mariana Lima Cunha

    Casey Affleck é a peça central de um drama pesado sobre uma vida consumida pela culpa - aqui não há bons e maus, nem situações a preto e branco. “Manchester by the Sea” está nomeado para 6 óscares e vem com uma das melhores cenas que o cinema nos proporcionou nos últimos anos - uma desconfortável-comovente-extraordinária tentativa de diálogo entre duas pessoas amassadas pela vida. Ao longo desta semana, porque no domingo há óscares, estamos a prosar sobre os candidatos a melhor filme. Fechamos com a mágoa de “Manchester by the Sea” e com o lixeiro negro de“Fences”, um homem igual a nós

  • Amor, honra, beleza, traição, dever: nós também somos o lixeiro negro ao fundo da rua

    Diário

    Mariana Lima Cunha

    Em 1983, August Wilson, “o Shakespeare americano”, escreveu o argumento de “Fences” para mostrar aos americanos brancos tudo o que têm em comum com o lixeiro negro que trabalha ao fundo de cada rua. Em 2017, “Fences” passa dos palcos dos teatros para o grande ecrã – e está nomeado para quatro óscares: melhor filme, melhor ator, melhor atriz secundária e melhor argumento adaptado

  • História de uma polémica na “Cidade Global”

    Diário

    Ana Soromenho

    A exposição “A Cidade Global Lisboa no Renascimento” chega esta quinta-feira ao Museu de Arte Antiga, para nos revelar o ambiente de uma das mais cosmopolitas artérias da cidade no tempo dos Descobrimentos. O centro comercial de Lisboa era, nesse tempo, a Rua Nova dos Mercadores, reproduzida num quadro que é a obra “cabeça de cartaz” da exposição e, tal como o quadro de outra vista da cidade, tem sido alvo de polémica entre os historiadores quanto à sua autenticidade