24 de abril de 2014 às 11:57
Página Inicial  ⁄  Internacional  ⁄  Detenção de suspeito em Boston não confirmada

Detenção de suspeito em Boston não confirmada

Grande aparato de segurança junto ao Moakley Federal Court House de Boston pode se dever a uma detenção do autor dos atentados, mas há informações contraditórias a esse respeito.

Ricardo Lourenço (em Boston) e Alexandre Costa

Informações contraditórias estão a surgir quanto à eventual detenção de um suspeito dos atentados de Boston.

A polícia de Boston está a desmentir a informação de uma detenção. Informação que foi, contudo, confirmada ao Expresso por Stephen Murphy, presidente da assembleia municipal de Boston.

Entretanto, junto ao Moakley Federal Court House, na zona sul de Boston, está montado um grande aparato de segurança, o que pode indiciar que o eventual detido irá ser transportado para lá.

Fonte do FIB indicou ao Expresso que os restos do engenho explosivo descobertos eram anormalmente grandes, o que indica que o explosivo seria fraco, o que poderá ter facilitado a sua reconstituição e a identificação do responsável pelos atentados da Maratona de Boston.

"É importante não cometer o erro do atentado de Atlanta de 1996 quando o primeiro detido era um homem inocente", referiu por seu turno Phil Tracey, ex-procurador de Boston.

Vídeos de câmara de vigilância


Anteriores informações indicavam que as autoridades chegaram ao suspeito com a ajuda dos vídeos da câmara de vigilância da loja de roupa "Lord & Taylor", situada nas imediações do local onde deflagrou a segunda explosão, informação que foi confirmada ao Expresso por um congressista membro do comité dos serviços secretos dos EUA.

Um outro vídeo de uma estação de TV de Bostom também contribuiu para os avanços dos investigadores na busca do autor das explosões que vitimaram três pessoas e feriram mais de 170.

As imagens revelam o suspeito, um indivíduo de pele escura e sem cabelo, a deixar cair o que parece ser o saco que conteria a segunda bomba em frente ao restaurante Forum, segundo refere o jornal "The Independent Sentinel".

Entretanto, as autoridades já identificaram a identidade do terceiro morto, uma estudante chinesa, Lu Lingzi, natural de Shenyang.

Lu Lingzi era uma estudante de Matemática e Estatística na Universidade de Boston e estava presente na zona da meta da maratona, à espera de colegas que tinham participado na corrida, noticia a "Time World". Uma outra colega de Lu estudante na mesma universidade e que a acompanhava figura entre os feridos graves da tragédia.

Comentários 21 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Eficiencia
Os serviços de segurança nos EUA estão de parabéns. Fazem, bem, o seu trabalho. São rápidos e eficientes. Assim fossem todos. Em vez de terem inveja e de fazer comentários absurdos.
E se fosse em Portugal?
A policia não podia ter acesso ao video nem da loja nem das televisões. E agora arriscava-se a um processo.
Alucinados
Palavra que me dá um gozo imenso ler as estapafurdicas tiradas de uma certa esquerdalha anarquista alucinada pelas teorias da conspiração. Caiam na real e mudem de medicação!
ehehe Ver comentário
aahaahah Ver comentário
Não há pai para os americanos...

a arranjar suspeitos...
agora toca a confessar...
que com a experiência de Guantánamo os inocentes até se tornam culpados!
Nojo de comentários Ver comentário
Ó seu animal... Ver comentário
andam aqui terroristas camuflados... Ver comentário
Que
Não haja piedade.
Fandangada!!
Por este andar, qualquer dia havemos de saber antes do suspeito... E depois, que se aguente à bronca! Afinal, a polícia não gosta de dizer que se enganou.
'America land of the free, Home of the brave'...
Vai uma apostinha que o "suspeito" é muçulmano? Ou será que o FBI me vai fazer a desfeita de ter 'catado' um daqueles americanos 'red neck' da extrema-direita evangélica, que anseiam pelo bíblico Armagedão?...
Tem cuidado... Ver comentário
@Antonio U.S.A. Ver comentário
Não tenha dúvida: defensores da Segunda Emenda
Não tenha dúvida: defensores da Segunda Emenda serão responsabilizados pelo "ataque" sob falsa bandeira na Maratona de Boston, encenado com * atores *

Todos os ataques de terror - de atentados em Oklahoma 1995 até "tiroteio" totalmente virtual em Newtown de 2012, de Madrid 2003 e Londres 2005 até "tiroteio" totalmente virtual de Oslo 2011 - foram executados pelo governo.
Quem defende a Segunda Emenda será responsabilizado pela operação de bandeira falsa na Maratona de Boston, como parte da agenda "Desarmar cidadãos", última etapa a concluír antes do Big Bang.
Por que os Illuminati escolheram Maratona de Boston para o últimas ato "bombear próprios cidadãos", atos agora com atores a fazer de "vítimas"?
Agenda para destruir atletismo foi recentemente levada ao limite, com quenianos, maiores corredores de longa distância do mundo, agora também falsamente acusados de doping.
No entanto, maratonas e meias maratonas são mais populares do que nunca, com recordes de participação em cada evento este ano.
* Notas *
Não se deixe enganar pelo título - texto explica mesmo por que uma maratona foi agora alvejada pelos illuminati:
- Morte de Pietro Mennea 34 anos depois de se tornar o mais rápido branco de SEMPRE e ETERNAMENTE:
  - www.forumgarden.com/forums/wide-world-sports/59869-death-pietro-mennea-34-years-aft er-becoming-fastest-white-person-ever-forever.html

  * Lance Armstrong já executado, Usain Bolt no corredor da morte:
- doping-conspiracy.blogspot.com/
Ó Bandarra, nova cardina e bem cedo !! Ver comentário
E tomar os medicamentos? Ver comentário
As lojas de "drogas legais" vão fechar Ver comentário
" um indivíduo de pele escura"
Tinha de ser...
é do Sol Ver comentário
Ele há coisas...
Pq os telejornais abriram com 12, 16 e 18 minutos (RTP,TVISIC) SEGUIDOS sobre este "atententado"..?! No mesmo dia em Bagdad, numa explosão morreram 47 pessoas. Nem um rodapé sobre isso?
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub