Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Ruben Amorim diz que Nuno Gomes vai fazer falta (vídeo)

Ruben Amorim lamentou a saída de Nuno Gomes do Benfica, reconhecendo tratar-se da "perda muito grande" de um futebolista que era também uma referência.

O médio Ruben Amorim lamentou hoje a saída do avançado Nuno Gomes do Benfica, reconhecendo tratar-se da "perda muito grande" de um futebolista que era também uma referência para os mais novos.

"A meu ver, não diria que é um passo atrás, mas é uma perda muito grande. Sou amigo pessoal do Nuno, mas o Benfica é que decide. Quanto a mim, fazia muita falta, quer pelo que joga, mas também na perspetiva de os mais novos poderem olharem para ele como eu um dia olhei. Ele que siga a vida dele e tenha sucesso", disse.  

Ruben Amorim disse ainda que vê com "alguma felicidade a entrada de jogadores da formação, ainda por cima portugueses", destacando David Simão e Nelson Oliveira, que estiveram emprestados ao Paços de Ferreira, e de Nuno Coelho, contratado à Académica. 

Coentrão "é um jogador que nos vai fazer falta

"Em relação à possível saída de (Fábio) Coentrão temos de viver com isso. É um jogador que nos vai fazer falta. O Coentrão é um jogador que cativa a equipa toda e o público, mas saberemos viver com isso, já aconteceu no passado", referiu. 

Antes do treino matinal, aberto ao público e à comunicação social, o médio, que não joga desde de 16 de janeiro, devido a uma tendinite rotuliana, disse que estar "mais preocupado em não ter dores, conseguir jogar e treinar" sem pensar nas dores. 

Amorim garantiu que está "bastante melhor" e que trabalhou durante "as férias todas", mas reforçou que apenas com os treinos é que vão permitir conferir se está "realmente bem ou não". 

"O Benfica não tem de estar preocupado com os rivais"

Sobre a saída do treinador André Villas-Boas do FC Porto, Ruben Amorim disse que "o objetivo é o Benfica pensar apenas em si próprio" e que, neste momento, "as caras novas têm de perceber o que é o Benfica e perceber as ideias do treinador".  

"O Benfica não tem de estar preocupado com os rivais, mas consigo. Tem muitas caras novas, mas manteve a estrutura. Acho que vamos fazer uma grande época", frisou. 

Sobre o facto de ser "um camaleão", atuando em várias posições no campo, Ruben Amorim reconheceu que joga "em qualquer posição" e que, aos 26 anos, quer "é jogar".  

David Simão a cumprir sonho

Já o médio David Simão, que vai pela primeira vez cumprir a pré-temporada com o plantel principal do Benfica, afirmou estar a cumprir um sonho de criança. 

"As expetativas são trabalhar para agradar ao treinador. Estes primeiros dias têm sido normais. O grupo é bom, mas ainda não chegaram. Estar aqui é fazer parte de um sonho de criança. Agora quero desfrutar, aprender e trabalhar", sublinhou. 

Para David Simão, "é sempre complicado entrar num grupo com esta dimensão", mas que "é ótimo trabalhar com jogadores deste nível". 

"O treinador gosta de jogadores que trabalhem e é isso que vou fazer. O mais difícil é repor a condição física. Tirando isso, num plantel como este as dificuldades são mais acrescidas, porque há mais qualidade, isto sem querer tirar mérito às minhas equipas anteriores", concluiu.