Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

O FC Porto gosta da bola como uma criança gosta de doces. E está em ponto de rebuçado

  • 333

Lopetegui disse que queria a equipa a representar Portugal no grupo das oito melhores da Liga dos Campeões. Bem dito, bem feito: o FCP está nos quartos de final após eliminar o Basileia de Paulo Sousa.

Pedro Candeias

Uso o time warp para diante e para trás a ver se consigo encontrar algo de bom que eu possa escrever sobre o Basileia desta noite - até ver, o que vejo é aquele remate de Derlis aos 41 minutos.

Depois e antes disso, aparecem-me muitas coisas, a maior parte delas parecida com esta: um tipo de azul deitado no chão e um tipo de branco a jurar ao tipo de laranja (e com apito na mão) que não fez nada, que nem lhe tocou, que é fita. 

Num desses instantes, ainda Samuel abana a cabeça - no pasa nada, evidente - e já Brahimi faz o seu quinto golo na Liga dos Campeões. 1-0 para o FC Porto, 2-1 na eliminatória para o FC Porto - e os quartos-de-final a um tiro de folha-seca de distância do FC Porto.

[Houve outro lance estranho entre dois rapazes de azul e que pôs Danilo fora de campo e na ambulância direto ao São João numa saída tresloucada de Fabiano]

E o resto do encontro continuou mais ou menos igual. Mais do mesmo. O FC Porto foi olímpico, porque foi sempre mais forte, mais rápido e chegou mais alto do que o Basileia em tudo aquilo que um jogo envolve: ter e passar a bola, perder ou recuperar a bola; e, claro, marcar e não falhar golos.

Já o Basileia...Bom, para perder é primeiro preciso ter (e o Basileia não teve) e só se falham golos se forem criadas oportunidades. Numa perspectiva generosa para os suíços, os rapazes de Paulo Sousa remataram duas vezes à baliza, a mais perigosa das quais por Sufi, aos 59 minutos. 

Nessa altura, o FC Porto vencia por 3-0 (Herrera e Casemiro, outras duas bombas) e o quarto chegaria por Aboubakar, o suplente-que-pode-ser-titular. E Paulo Sousa olhava para o vazio ou para o árbitro ou para os jogadores - a bola, que ele tratou tão bem quando jogava, nem vê-la. O mérito é todo do FCP que gosta dela como uma criança de doces.

Este Porto está em ponto de rebuçado.