Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Desporto

Mourinho campeão europeu

  • 333

Inter de Milão venceu a Liga dos Campeões ao derrotar o Bayern  Munique por 2-0, no Estádio Santiago Bernabéu. José Mourinho faz história ao conquistar o campeonato, a Taça de Itália e a Liga dos Campeões na mesma época.

O Inter de Milão, orientado pelo português José Mourinho, venceu hoje a Liga dos Campeões de futebol, ao derrotar o Bayern de Munique por 2-0, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid. 

Os golos que garantiram aos pentacampeões italianos a conquista do terceiro título europeu foram apontados pelo argentino Diego Milito, aos 35 e 70 minutos.  

O Inter de Milão não ganhava a principal competição europeia de clubes desde 1965, quando derrotou o Benfica por 1-0, em Milão. 

Sob o comando de Mourinho, que em 2004 tinha sido campeão europeu com o FC Porto, os "nerazurri" conseguiram esta época uma "tripla", depois de terem ganho a Liga e a Taça de Itália. 

O Inter de Milão sucede como campeão europeu ao FC Barcelona, que eliminou nas meias finais. 

17.º título do português

O treinador português José Mourinho conquistou 17.º título da carreira com a vitória do Inter de Milão na edição 2009/10 da Liga dos Campeões em futebol, inscrevendo o nome na história do clube milanês. 

Nunca outro clube italiano tinha conseguido conquistar na mesma época o título europeu, nacional e a taça, uma tripla que Mourinho conseguiu agora para os "nerazzurri", provavelmente em vésperas de seguir outro destino, o Real Madrid. 

De resto, só FC Barcelona (2009), Manchester United (1999), Celtic de Glasgow (1967) e PSV Eindhoven (1988) alcançaram o feito de juntar na mesma temporada os dois maiores títulos internos ao estatuto de campeão da Europa.

Com apenas 47 anos, Mourinho já leva 17 títulos em três clubes - FC Porto, Chelsea e Inter de Milão -, juntando-se à dupla formada pelo austríaco Ernst Happel e o alemão Ottmar Hitzfeld como únicos treinadores que ganharam a Liga dos Campeões por clubes diferentes. 

Happel comandou os holandeses do Feyenoord ao título em 1970, repetindo a façanha, mas desta vez ao serviço do Hamburgo, em 1983. A "saga" de Hitzfeld começou em 1997, quando orientava o Borussia de Dortmund, e prosseguiu em 2001, quando ergueu o troféu com as cores do Bayern de Munique. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico *** 

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.