Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Marco Silva processa José Eduardo

Patrícia de Melo Moreira/AFP/Getty Images

Treinador do Sporting deu ordens aos advogados para instaurar um processo crime por difamação contra o antigo jogador que acusou Marco de ter "uma agenda própria".

Marco Silva instruiu os seus advogados para instaurarem um processo crime por difamação contra José Eduardo na sequências das suas declarações durante a tarde de hoje, nas quais disse que o treinador tinha "uma agenda própria" e que "Bruno de Carvalho" tinha sido "demasiado tolerante" face aos dados que José Eduardo tinha. 

Durante a tarde, ainda antes de Bruno Carvalho garantir à SportingTV a continuidade de Marco Silva, José Eduardo disse à RTP que o tempo do treinador tinha acabado em Alvalade.

Recuperemos as declarações de José Eduardo: "Marco Silva tem uma agenda própria, tem interesses próprios que não são os do Sporting. São os interesses de outras entidades, eventualmente do seu empresário. Tenho imensa pena de dizer isto porque quis defendê-lo até ao último momento, mas a verdade é que a vida continua. O Sporting vai ultrapassar esta crise e o Marco Silva é que põe o futuro dele em causa, porque se liga a interesses de gente que pretende destruir o Sporting. Estamos na presença de uma situação que não é tão simples quanto parecia. Bruno de Carvalho até foi demasiado tolerante face aos dados que tenho. Estou a dizer isto de plena consciência. O Marco Silva não está interessado em ficar no Sporting porque o projeto não é um projeto dele. Lamento que tenhamos sido enganados. Chegámos ao fim da linha, não há condição nenhuma para continuar. Não tem a equipa com ele. Essa é uma falácia, a equipa está dividida, há problemas muito graves. O projeto da academia nunca foi agarrado pelo treinador."