Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Maratonas ao som de rock 'n' roll (vídeo)

Chegou a Portugal a "Rock'n'roll Marathon Series", iniciativa internacional que junta a música às corridas.

A meia-maratona de Portugal vai integrar o calendário da "Rock'n'roll Marathon Series", o que deverá dar um novo impulso à prova de atletismo organizada por Carlos Móia, presidente do Maratona Clube de Portugal.

O anúncio foi ontem feito em Lisboa e a ideia é fazer crescer a corrida que atravessa a ponte Vasco da Gama em 3.000 corredores, numa previsão mais imediata.

A ligação entre Carlos Móia e o grupo norte-americano "Competitors Group" não se cingirá apenas à corrida que se realiza em setembro, mas também à meia-maratona de Lisboa (que atravessa a ponte 25 de Abril) e à Corrida da Mulher, mas em 2013.

A "Rock 'n' Roll Marathon Series" engloba um conjunto de provas nos Estados Unidos, mas também na Europa, nomeadamente em Madrid (Espanha) e Edimburgo (Escócia), com uma participação de mais de meio milhão de corredores em 28 corridas. As provas juntam as corridas à música, com várias bandas a atuar ao vivo ao longo do trajeto percorrido.

"É um turismo desportivo que há em Londres, há em Nova Iorque"

Em Portugal, Carlos Móia teve a ideia de se associar à empresa responsável, a "Competitor Group", num momento em que revelou sentir-se cansado e que teve a ideia de fazer crescer os seus projetos com a abertura ao exterior.    

"É um turismo desportivo que há em Londres, há em Nova Iorque, e Lisboa tem tido muita apetência para isso, mas faltava este pequeno empurrão. Ter um grande grupo que, com grande marketing, grandes websites, traga essas pessoas", disse Carlos Móia.

O dirigente explicou que para o próximo ano talvez seja possível trazer mais 3.000 pessoas para a meia-maratona de Portugal e que posteriormente é provável poder subir acima dos 10.000, numa perspetiva que aumentará o turismo em Lisboa.

"Uma das cidades turísticas mais atrativas"

Para o diretor-executivo do "Competitor Group", o norte-americano Peter Engelhart, Lisboa "é uma das cidades turísticas mais atrativas" do Mundo, e o objetivo é trazer os atletas e as famílias à capital portuguesa.

No próximo ano a quota de estrangeiros deverá distribuir-se, segundo Engelhart, pela metade: 50% de norte-americanos e os outros 50% de europeus.

Secretário de Estado do Desporto elogia dinamismo de Carlos Móia

Na cerimónia das parcerias para as meias-maratonas de Lisboa e Portugal, e Corrida da Mulher, esteve também presente o secretário de Estado do Desporto, Alexandre Mestre, que elogiou o dinamismo de Carlos Móia.

"Todos tenham este lado empreendedor, e o país vai vencer", disse o membro do governo, explicando também a importância de um investimento do setor privado em ano pré-olímpico.

Alexandre Mestre salientou que o desporto não pode viver da "subsídio dependência" e disse convidar os privados a olharem para o exemplo da parceria entre Carlos Móia e o grupo norte-americano.

Veja o vídeo de promoção do evento: