Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Khedira cumpria ordens de Mourinho quando foi expulso? (vídeo)

De acordo com o "El País", que cita uma fonte do balneário do Real Madrid, Khedira foi expulso contra o Levante porque seguia ordens de Mourinho, que mandou todo plantel pressionar o árbitro.

José Mourinho terá reunido várias vezes o plantel do Real Madrid antes do jogo com o Levante para explicar que os jogadores tinham de pressionar o árbitro da partida em grupo, para que mostrasse cartões amarelos aos adversários, garante o "El País".

O jornal cita uma fonte que pertence ao balneário "merengue" e que também revela que o técnico pedia que os jogadores defendessem os companheiros que sofressem faltas.

"Khedira fez exatamente o que lhe pediram"

"Khedira fez exatamente o que lhe pediram", disse um futebolista ao jornal. "O que se passa é que isto é uma faca de dois gumes: se não vais, é porque não estás com os teus companheiros, se vais, é porque és estúpido", acrescentou, comentando que os jogadores do Real Madrid pensam que houve apenas excesso de zelo do jogador alemão.

A expulsão aconteceu porque Sami Khedira empurrou um jogador do Levante que pedia explicações a Di Maria, deitado no chão. Khedira foi amarelado e como já tinha outro amarelo teve de abandonar o relvado, aos 40 minutos.

"Se é a  Espanha a fazê-lo é sinal de união, se é o Real Madrid, é uma equipa de  bandidos"

José Mourinho, na conferência de imprensa de antevisão do jogo de hoje frente ao Racing Santander (19h, transmissão SportTV1), voltou a criticar a arbitragem e a comunicação social, a propósito do lance de Khedira.

"O caso de Khedira não foi uma rixa, uma rixa foi o que aconteceu no  Espanha-Chile. Nessa situação, vocês (comunicação social) disseram que era  espetacular, incrível e que demonstrava o carácter dos jogadores. Se é a  Espanha a fazê-lo é sinal de união, se é o Real Madrid, é uma equipa de  bandidos", reforçou.  

Mourinho voltou também a visar as arbitragens e ainda as entradas que  Cristiano Ronaldo sofreu frente ao Dinamo Zagreb, na Liga dos Campeões. "Por uma coisa infantil, Khedira foi expulso e expulsam-no primeiro  do que um jogador do Dínamo que fez o que fez ao Cristiano. São provas e  jogos diferentes, mas não se entende", lamentou. 

"Uma nova derrota seria preocupante"

Para o encontro no terreno do Racing Santander, José Mourinho convocou  todos os jogadores do plantel, incluindo do alemão Khedira, castigado, e  Pepe e Fábio Coentrão, que estão com problemas físicos. 

"Não falei mais com os jogadores sobre o encontro com o Levante (derrota  por 1-0). Estamos concentrados para o próximo jogo e não vejo necessidade  de o fazer. Uma nova derrota seria preocupante pois os pontos é que são  importantes. Mesmo que joguemos bem, os pontos é que contam", afirmou Mourinho. 

Veja a situação que originou a expulsão de Khedira:
Veja Mourinho a criticar a arbitragem e a comunicação social espanhola, a propósito da expulsão de Khedira: