Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Jorge Jesus elogia Weldon (vídeo)

Jorge Jesus admitiu que o Benfica foi "surpreendido" pela Naval 1.º de Maio, apesar da vitória, e elogiou Weldon como "obreiro da recuperação", ao bisar. (Veja vídeo SIC)

O treinador de futebol do Benfica admitiu que os "encarnados" foram "surpreendidos" pela Naval 1.º de Maio, apesar da vitória por 4-2, e que "não há milagres" em termos de recuperação física para a visita ao Liverpool. 

"A Naval confundiu o Benfica no início deste jogo. Fomos surpreendidos. Entrámos praticamente a perder por 2-0", reconheceu Jorge Jesus, sublinhando a "identidade" e a "confiança" da equipa para conseguir a reviravolta no resultado, nesta partida da 25.ª ronda da Liga, mantendo seis pontos de vantagem sobre o Sporting de Braga, no topo da classificação. 

Jesus também referiu "alguma sorte no lançamento de Weldon", "obreiro da recuperação", com dois tentos, mas adiantou que a sua equipa podia "ter feito mais golos". 

"Fomos justos vencedores. O futebol é uma ciência de cada um, é criatividade", continuou Jesus, destacando a importância de "somar três pontos para manter distância para dois diretos adversários, num campo difícil, contra uma boa equipa". 

Fadiga pode prejudicar jogo com Liverpool

Sobre a visita de quinta feira ao Liverpool, na segunda mão dos quartos de final da Liga Europa, Jesus não duvida: "Não vai haver milagres"(relativamente ao tempo de recuperação dos jogadores). 

"A nossa prioridade sempre foi esta, o campeonato nacional. Prejudicámos a Liga Europa. Ganhámos dias para a Naval, mas perdemos dias para o Liverpool. Não sei o que nos pode acontecer, com alguma fadiga muscular que vamos ter de certeza. Não há hipótese de recuperar uma equipa em menos de 72 horas", concluiu, confiando na "alma e coração" para disputar aquela eliminatória.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.