Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Imprensa mundial rendida a Mourinho

Jornais italianos, espanhóis, franceses e ingleses declaram a vitória do Inter de Milão de José Mourinho sobre o Barcelona justíssima. Imprensa catalã arrasa árbitro Olegário Benquerença.

Mariana Cabral (www.expresso.pt)

No futebol, basta um jogo para se passar de besta a bestial. Para a imprensa italiana, esse jogo foi a vitória do Inter de Milão sobre o Barcelona. Se tantas vezes José Mourinho foi criticado pela imprensa desportiva de Itália, hoje o mundo girou ao contrário.

"MegaInter", titulou o "Gazzetta dello Sport", o principal desportivo italiano, que acrescentou "os marcianos somos nós", fazendo referência à qualidade de outro mundo da equipa italiana. Outro desportivo italiano, o "Corriere dello Sport", apelidou a equipa de "lendária".

O "Il Giornale" foi ainda mais longe, dizendo que quem criticou Mourinho devia agora penitenciar-se... "de joelhos". E o jornal também provoca o "Barça": "Messi? Messi quem?"

O tom da imprensa espanhola é, claro, bastante diferente, apesar de também elogiar o técnico português. A "Marca" diz que Mourinho está "mais perto do Bernabéu", uma frase que tanto serve para dizer que Mourinho está mais perto da final, como para dizer que o treinador continua a ser o favorito para comandar o Real Madrid em 2010/2011.

Olegário Benquerença arrasado

A imprensa catalã não refere Mourinho, preferindo concentrar atenções noutro português: Olegário Benquerença. O "El Mundo Deportivo" diz que o árbitro português fez um "assalto"no Giuseppe Meazza e o "Sport" fala em "roubo à italiana". A "Marca" avaliou a prestação do árbitro com a nota 2... em 10.

O francês "L'Équipe" diz que o Inter de Milão "domesticou" o Barcelona, enquanto que o inglês "Daily Mail" diz que José Mourinho mostrou "por que razão é o Special One".

O "The Sun" relembrou que a vitória de Mourinho foi "vingança" pelo "roubo" que o Chelsea sofreu frente ao Barcelona nas meias-finais da Liga dos Campeões em 2009.