Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Feito suíço em Manchester surpreendeu

Basileia surpreendeu ao conseguir um empate frente ao Manchester United, em Old Trafford. Real Madrid e Bayern Munique venceram os respetivos jogos.

O Benfica bateu por 1-0 os romenos do Otelul Galati e, aproveitando o empate do Basileia na casa do Manchester United (3-3), juntou-se aos suíços na liderança do Grupo C da Liga dos Campeões de futebol. 

Nos outros encontros do dia, da segunda jornada da fase de grupos, Cristiano Ronaldo abriu caminho à vitória caseira do Real Madrid sobre os holandeses do Ajax (3-0), enquanto Mario Gomez "bisou" no triunfo com que o Bayern Munique recebeu o Manchester City (2-0) -- ambos estão 100 por cento vitoriosos.

No Grupo C, o Benfica dominou na Arena Nacional de Bucareste um adversário que, apesar de campeão romeno, revelou muitas fragilidades. 

Os "encarnados" marcaram aos 40 minutos, através do brasileiro Bruno César, mas ainda passaram por alguma intranquilidade nos minutos finais, antes de comemorarem a segunda vitória em 22 jogos fora para a "Liga milionária".

Nani fez assistência em cima dos 90 minutos

O Basileia viu-se cedo em desvantagem no "Teatro dos Sonhos" de Old Trafford, devido aos dois tentos de Danny Welbeck (16 e 17 minutos), mas, surpreendentemente, virou o resultado, graças a Fabian Frei (58) e Alexander Frei (60 e 76 minutos, este último numa grande penalidade discutível). 

Contudo, um cruzamento do português Nani, saído do banco de suplentes já na segunda parte, descobriu Ashley Young liberto e, já aos 90 minutos, impediu a primeira derrota da época dos "diabos vermelhos". 

Basileia e Benfica, que se defrontam na próxima ronda, na Suíça, somam, assim, quatro pontos, mais dois do que o United, enquanto o Galati continua a "zero". 

Ronaldo brilhou

No agrupamento D, Cristiano Ronaldo iniciou e finalizou uma brilhante jogada coletiva do Real Madrid, perante o seu público, aos 25 minutos, seguindo-se golos de Kaká (41), a passe do avançado luso, e do francês Karim Benzema, assistido pelo brasileiro, aos 49. 

A equipa orientada pelo português Mourinho, que cumpriu hoje o último jogo de castigo e celebrou 100 jogos europeus, contou ainda com Ricardo Carvalho no "onze", enquanto Pepe e Fábio Coentrão ficaram de fora, devido a lesão. 

Na classificação, o Real Madrid conta seis pontos, seguindo no topo da tabela, com dois de vantagem sobre o Lyon, vencedor na receção ao Dínamo Zagreb por 2-0, com golos de Gomis e Koné, respetivamente aos 23 e 42 minutos.

Bayern Munique derrotou Manchester City

Na "poule" A, encontra-se outra equipa 100 por cento vitoriosa a "Champions", o Bayern Munique, que bateu na sua Arena o Manchester City, com dois tentos de Mário Gomez (38 minutos e já nos descontos da primeira parte). 

A dois pontos dos alemães, segue o Nápoles, que recebeu no San Paolo os espanhóis do Villarreal (2-0) e vingou a eliminação da Liga Europa da época passada por parte do "Submarino Amarelo". 

O eslovaco Marek Hamsik e o uruguaio Edison Cavani, este de grande penalidade, respetivamente aos 15 e 17 minutos, aumentaram para nove a série de jogos dos "azzurri" sem perder em casa para as provas continentais. 

Inter de Milão volta às vitórias

Em Moscovo, o campeão europeu de 2010, o Inter Milão, só aos 79 minutos garantiu a primeira vitória nesta edição da prova, graças ao tento de Zarate, após ter estado em vantagem por 2-0 diante do CSKA, com tentos de Lúcio (seis minutos) e Pazzini (23). 

Dzagoev, nos descontos da primeira parte, reduziu a desvantagem dos anfitriões e o brasileiro Wagner Love, aos 77, empatara a partida. 

Os turcos do Trabzonspor, vencedores em Milão na primeira ronda, estiveram a perder na receção aos franceses do Lille, mas conseguiram o empate 1-1, numa grande penalidade cobrada por Colman, aos 75 minutos. 

A equipa que foi repescada, depois de ser eliminada pelo Benfica, segue no topo do agrupamento, com quatro pontos, mais um do que Inter, enquanto franceses e russos têm, respetivamente dois e um ponto.