Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

FC Porto-Benfica mobiliza 600 polícias e 400 stewards (vídeo)

Segurança do clássico que pode garantir o 32.º título de campeão ao Benfica em pleno Dragão, vai ser apertada. Claques dos 'encarnados', rigorosamente vigiadas, viajam de comboio. (Veja vídeo SIC)

Isabel Paulo (www.expresso.pt)

As viagens de ida e volta ao Porto dos No Name Boys e dos Diabos Vemelhos serão feitas no domingo utilizando o comboio.

Para o jogo de domingo à noite FC Porto-Benfica (20h45), que pode decidir a atribuição do título de campeão nacional de futebol, as duas claques de apoio ao Benfica terão vigilância apertada por parte de uma centena de agentes da PSP, todos pertencentes à Unidade Metropolitana de Informações Desportivas (UMID) e à Bolsa de Spotters, agentes especializados em lidar com as claques mais perigosas do país.

Para tentar evitar incidentes no encontro mais escaldante da época, a Comando Metropolitano da PSP do Porto anunciou hoje, um cuidadoso plano de segurança, que irá mobilizar mais de 600 adeptos da PSP e 400 stewards contratados pelo FC Porto.

Policiamento extra para Aliados e Boavista

Para o estádio do Dragão e imediações vão ser destacados cerca de 400 agentes, enquanto os restantes serão distribuídos pelos zonas mais críticas da cidade, entre as quais a Avenida dos Aliados e Rotunda da Boavista, onde os benfiquistas festejaram o seu último título há cinco anos.

José Henriques Fernandes, responsável pelo policiamento do FC Porto-Benfica, alerta os adeptos do Benfica para não comprarem bilhetes além dos 2250 disponibilizados pelo FC Porto ao clube da Luz, dado que 'encarnados' serão obrigatoriamente encaminhados para os sectores 22, 23 e 24 do estádio do Dragão.

"Os restantes adeptos com bilhetes para outros sectores não entrarão no estádio, excepção feita aqueles que tenham convites do FC Porto para camarotes", avisa Henriques Fernandes.

A equipa do Benfica, que viajará para o Porto de autocarro, será policiada por batedores, merecendo ainda segurança no hotel onde ficará alojada na Invicta, provavelmente uma unidade hoteleira da zona da Boavista.

PSP proíbe peças de fruta

Para evitar aglomerados, a PSP aconselha os adeptos dos dois clubes a entrarem no estádio do Dragão, que abre as portas às 18h15, duas horas do jogo, com bastante antecedência.

Todos sem excepção serão alvo de revista e não entrarão no recinto quaisquer objectos "proibidos por lei para este tipo de eventos ou susceptíveis de possibilitae actos de violência, como armas, substâncias ou engenhos explosivos e/ou pirotécnicos".

Numa época marcada por duros incidentes e provocações entre 'dragões' e 'águias', a PSP entendeu que todos os cuidados são poucos, juntando à lista de artefactos interditos como correntes de metal, também hastes de madeira ou bastões, capacetes e até peças de fruta.