Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Em 2022 vai ser assim: bom Natal e boa final do Mundial

  • 333

O Qatar vai receber o Mundial de futebol não no verão, mas no inverno

Getty

A FIFA confirmou o que já se esperava: o Mundial 2022, no Qatar, vai ser disputado no inverno e não no verão. A final está marcada para 18 de dezembro.

A má notícia: o Mundial 2022 não vai ser no verão, como habitualmente (lá se vão as minis e os tremoços na esplanada a ver a bola), e vai influenciar os calendários de quase todos os campeonatos do mundo. A boa notícia: "Vão ter tempo suficiente para fazer as compras de Natal", diz o diretor de comunicação da FIFA, Walter De Gregorio.       

"É um passo muito importante. Finalmente sabemos em que data vai ser disputada a final do torneio", disse esta quinta-feira Walter De Gregorio, ao revelar 18 de dezembro como o último dia de uma prova inédita que também deverá ser mais curta do que é habitual (28 em vez de 31 ou 32 dias). Ou seja, deve começar a 21 de novembro - ainda que a data de início não tenha sido confirmada.

Depois de um mês de intenso debate de um grupo de trabalho da FIFA (e de quatro anos de dúvida depois da atribuição do Mundial), o comité executivo do organismo, reunido esta quinta-feira em Zurique, concordou com a sugestão inicial de Sepp Blatter para a final, ignorando a data proposta pela UEFA de Michel Platini, que queria 23 de dezembro como o último dia. "É um domingo e, por acaso, é o dia nacional no Qatar, portanto encaixa perfeitamente", disse o diretor de comunicação da FIFA. Coincidência, claro.

A mudança é provocada pelas altas temperaturas - entre os 40 e os 50 graus celsius - que se fazem sentir no Qatar durante o verão e que influenciariam os jogos. Resta saber como se irão organizar as ligas europeias os respetivos calendários. Têm sete anos para pensar no assunto.