Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Cristiano Ronaldo reconhece época fenomenal de Messi

Cristiano Ronaldo bem disposto, durante a conferência de imprensa em que elogiou Lionel Messi

Sergio Perez/Reuters

"Eu sou maior do que o Messi em altura e mais forte", disse Cristiano Ronaldo em tom de brincadeira, antes de salientar que o argentino do Barcelona está a fazer uma "época fenomenal".

Cristiano Ronaldo deixou hoje elogios ao argentino Messi, seu rival na discussão pelo título de melhor do futebolista do mundo e antes do Real Madrid-Barcelona de sábado.

"Eu sou maior do que o Messi em altura e mais forte", disse Cristiano Ronaldo, em tom de brincadeira, mas não deixando de referir que o internacional argentino está "entre os melhores da atualidade e de sempre". 

O avançado português do Real Madrid reconhece que o jogador do Barcelona está a fazer uma "época fenomenal", com muitos golos, e que ele (Cristiano) está no seu primeiro ano em Espanha, mas que está seguro que voltará a ser "um dos melhores". 

"Estou a fazer um bom trabalho no meu primeiro ano em Espanha. Estou feliz e quero continuar assim. Estou certo de que nos próximos anos voltarei a ser um dos melhores", acredita o jogador português, que falava durante uma conferência de imprensa no final do treino de hoje do Real Madrid. 

"Não jogamos só nós os dois"

Cristiano Ronaldo pediu ainda que as pessoas não se foquem no clássico Real Madrid-Barcelona como um "frente a frente" entre ele e Messi. "Todos falam de mim e de Messi, mas não vamos jogar só nós dois. Não é um duelo entre nós", sublinha. 

Cristiano Ronaldo deseja que Messi possa marcar muitos mais golos, mas que sábado não o consiga fazer no jogo com o Real Madrid

Cristiano Ronaldo deseja que Messi possa marcar muitos mais golos, mas que sábado não o consiga fazer no jogo com o Real Madrid

Gustau Nacarino/Reuters

O futebolista acentuou a vontade de ajudar o Real Madrid a conquistar títulos e que Messi pensará assim também (para o Barcelona) e que embora sejam diferentes, têm ambos feito por isso nas suas equipas. 

O jogador formado no Sporting desejou ainda que Messi possa marcar muitos mais golos - em alusão ao 'póquer' (quatro golos) que o argentino assinou na vitória do Barcelona frente ao Arsenal (4-1) -, mas que sábado não o consiga fazer. 

"Espero que Messi possa marcar mais, mas que sábado não o faça. É bom mas não joga sozinho. Os seus companheiros de equipa têm grande mérito também. Quando fui nomeado o melhor do Mundo em Manchester também não jogava sozinho. Sem eles não seria o melhor", justifica Cristiano Ronaldo. 

"Troco vitória pelo título"

De acordo com o internacional português, não se pode esquecer todos os que o rodeiam e o ajudam. "No Real Madrid estou certo de que será assim, mas ainda nos falta alguma coisa devido à mudança de jogadores e sistema. Espero que nos próximos jogos possamos ser mais regulares, mas, ainda assim, somos uma grande equipa", acrescenta.

O jogo de sábado, no Santiago Bernabéu, entre duas equipas que estão empatadas no topo da tabela, não assusta Cristiano Ronaldo, com o extremo do Real Madrid a referir que "respeita" o Barcelona, mas não o teme. "Vai ser um jogo especial, devido às circunstâncias do campeonato, com duas equipas com os mesmos pontos. Tento ganhar sempre, independentemente da equipa que defronte, e fazer o melhor", acrescenta. 

De uma coisa o internacional português não tem dúvidas: trocaria de imediato a vitória sobre o Barcelona no jogo sábado pela conquista da Liga espanhola por parte do Real Madrid. 

"Quero ganhar o título. De nada me servirá vencer o Barcelona se depois vier a perder jogos. O que prefiro é ganhar a Liga", finalizou o internacional luso. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.