Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

"Chaves não será dificuldade menor", avisa Jesualdo (vídeo)

O treinador do FC Porto, Jesualdo Ferreira, considerou que defrontar o Desportivo de Chaves, da Liga de Honra, na final da Taça de Portugal está longe de ser uma missão simples. (Veja vídeo SIC)

O treinador do FC Porto, Jesualdo Ferreira, considerou que defrontar o Desportivo de Chaves, da Liga de Honra de futebol, na final da Taça de Portugal está longe de ser uma missão simples.

"Não me parece um jogo com grau de dificuldade menor. É uma final inédita, uma final que queremos ganhar. Independentemente de ser um adversário da segunda Liga e em posição difícil, acabou por merecer, porque eliminou dois adversários da Liga (Paços de Ferreira e Naval), o último a duas mãos", avisou. 

O técnico lembrou que o FC Porto está "habituado a jogar finais e conquistar títulos" e que, por isso, vai apresentar "sempre a mesma motivação, pois trata-se de um título e não de um adversário". 

O transmontano Jesualdo Ferreira revelou afetividade por um clube no qual jogou nos juniores: "É contra uma equipa que representa uma zona do país que vai ter pelo menos um dia em que vai ser muito falada. Fica um aceno de simpatia ao Desportivo de Chaves, a todos os flavienses, habitantes do nordeste e todos os transmontanos. Faço-o com carinho pessoal". 

"Encerrar época com mais um título"

O objetivo do FC Porto é "encerrar a época com mais um título", depois de uma vitória "construída com alguma clareza de jogo". 

Jesualdo Ferreira destacou o desempenho da sua equipa na segunda parte, principalmente após a entrada de Falcao e Hulk, elogiando "quatro golos bons" e "oportunidades para fazer mais um ou outro". 

"O Rio Ave foi uma equipa aberta, procurou, após o resultado negativo da primeira mão, tentar marcar golos e incomodar-nos, mas defendemos bem. A vitória por números expressivos revela o que se passou, a nossa qualidade em vários momentos do jogo", concluiu. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.