Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Berardo tentou comprar Pinto da Costa para o Benfica

Joe Berardo confessou, em entrevista em "Diário Económico", que ofereceu 500 mil contos pelo "passe" de Pinto da Costa. "Era a única maneira de 'lixar' o Porto", explicou.

Joe Berardo revelou, em entrevista ao "Diário Económico", uma ideia, no mínimo, insólita, se considermos que provém de um benfiquista ferrenho. O empresário madeirense confessou que tentou comprar Pinto da Costa... para vir para a Luz.

"Quando aqui há uns anos eu tinha o 'Record', eu ofereci-lhe 500 mil contos pelo passe dele, para um contrato a cinco anos. Era a única maneira de 'lixar' o Porto. Ofereci. Se se compram passes de jogadores, de treinadores, porque é que não se há de fazer o mesmo com presidentes? Ele vinha para o Benfica e depois logo se via o que se fazia com ele. Os jogadores também não estão sempre em campo. Ele sabe disso. Ele fala sempre nisso", contou.

Berardo diz que não tem qualquer desejo de ser presidente do Benfica, antes pelo contrário: pouco percebe de futebol. "O Benfica é o que mexe mais comigo. O que eu sei é que aquilo é uma máquina muito complicada. Mas é o único desporto internacional que consegue comprar jogadores. Há dinheiro para tudo. Eu quero que o Benfica ganhe. Eu não domino se aquele jogador é melhor que o outro. Se formos sempre nós a ganhar eu não me importo."

O empresário admite que mesmo quando tentou a OPA sobre o clube "encarnado" não tinha qualquer desejo de liderar a direção. "Mesmo quando eu fiz a OPA, eu não queria. Aquilo é uma escravatura que não faz ideia. Não há tempo para a família, não há tempo para nada. É preciso um talento especial para aquilo. O melhor é o Pinto da Costa", concluiu.