Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Benfica e Sporting apoiam candidatura de Fernando Gomes à Liga (vídeo)

Benfica e Sporting manifestaram apoio à candidatura de Fernando Gomes à presidência da Liga Portuguesa de Futebol, após uma reunião em Lisboa. (Veja vídeo no final do texto)

Benfica e Sporting manifestaram hoje apoio à candidatura de Fernando Gomes à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), após uma reunião em Lisboa solicitada por aquele candidato.

A reunião decorreu numa unidade hoteleira e juntou Fernando Gomes aos presidentes do Benfica e do Sporting, Luís Filipe Vieira e José Eduardo Bettencourt, respetivamente, os quais, no final da mesma, assumiram o apoio à candidatura do ex-administrador da SAD portista. 

Luís Filipe Vieira expressou um apoio direto, ao afirmar que o Benfica "de certeza que vai apoiar" Fernando Gomes, enquanto José Eduardo Bettencourt fê-lo de forma mais indireta. 

"É premente que a Liga continue a progredir numa lógica mais de negócio do que de política e que tenha à sua frente alguém com uma visão equidistante de todos os clubes, para proporcionar um ambiente mais sadio e mais empresarial", disse o presidente do Sporting, para quem Fernando Gomes "protagoniza este espírito". 

Define o ex-dirigente portista como alguém focado na "vertente do negócio, do qual percebe e domina", e na transformação da Liga numa "verdadeira associação patronal, em que todos os clubes se revejam e se sintam bem". 

O historial de Fernando Gomes e o trabalho que tem desenvolvido no âmbito das suas funções na administração do FC Porto são para Bettencourt "uma garantia e uma oportunidade para os clubes darem as mãos e assumirem um compromisso", no sentido de tornar o futebol português "melhor, mais transparente e sustentável". 

Pensar no negócio do futebol

Luís Filipe Vieira foi menos palavroso nas justificações que deu para afirmar o seu apoio a Fernando Gomes, mas aludiu à necessidade de "prosseguir o combate por um futebol português mais transparente", combate esse para o qual, disse, o Benfica tem dado "importante contributo". 

"Queremos uma Liga unida e que pense unicamente no negócio", referiu o presidente do Benfica, manifestando a opinião de que Fernando Gomes "é o homem certo" para levar essa missão por diante, qualificando-o como a "segunda fase da mudança" do futebol português. 

Por fim, Fernando Gomes, que surgiu no final da reunião ladeado pelos dois dirigentes, remeteu para mais tarde um comentário sobre a reunião, limitando-se a agradecer a Luís Filipe Vieira e a José Eduardo Bettencourt o "apoio dos dois clubes e a sintonia que mostraram em relação às ideias basilares do seu projeto". 

O candidato à presidência da Liga aludiu, ainda, ao contributo que os dois clubes podem dar para construir um futebol português em que "a questão da sustentabilidade e da viabilidade seja cada vez mais uma realidade".

FC Porto não apoiará qualquer candidato

O ex-administrador da SAD do FC Porto, que preconiza a criação de um modelo empresarial para a Liga, já angariou o apoio da maioria dos clubes da Liga de Honra e de muitos da Liga principal, tais como a Naval 1.º de Maio, Paços de Ferreira, Vitória de Guimarães, Académica, União de Leiria, a que se junta agora o do Benfica e do Sporting.  

O clube que serviu durante tantos anos, o FC Porto, já fez saber publicamente que se vai manter afastado da luta eleitoral à presidência da Liga e que não apoiará nenhum candidato. 

A outra candidatura é protagonizada pelo atual presidente do Nacional, Rui Alves.  

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.