Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Alex Ferguson nega intenção de deixar Manchester United

O treinador do Manchester United, Alex Ferguson, negou a intenção de deixar o clube no final da época, após rumores veiculados pela imprensa inglesa que apontam José Mourinho como substituto.

O treinador do Manchester United, Alex Ferguson, negou hoje a intenção de deixar o clube no final da época, após rumores veiculados pela imprensa inglesa que apontam o português José Mourinho como o provável substituto. 

"Isso é um absurdo e não tem qualquer fundamento. Não tenho qualquer intenção de me aposentar", referiu Alex Ferguson, que completará em dezembro 69 anos, dos quais 25 como treinador do clube inglês. 

Alex Ferguson acrescentou que, caso fosse essa a sua intenção, as primeiras pessoas que informaria seriam o diretor geral do Manchester United, Davil Gil, e a família Glazer, proprietários do clube. 

Segundo alguma imprensa inglesa, o treinador português José Mourinho, atualmente ao serviço dos italianos do Inter de Milão, é o desejado para suceder a Ferguson, supostamente tido como de saída do Manchester United.

Este prognóstico de alguns jornais ingleses coincide com o desejo expresso por José Mourinho, que já levou o Chelsea à conquista do título em Inglaterra, de um dia regressar ao futebol inglês.  

Desde a sua chegada aos "red devils", em 1986, sir Alex Ferguson conquistou 11 títulos de campeão de Inglaterra, nove taças nacionais, duas Ligas dos Campeões Europeus e uma Taça das Taças.  

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.