Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

José Pedro Fontes é campeão nacional de ralis

  • 333

José Pedro Fontes

Jorge Cunha

Ao volante de um Citroen DS3 R5, o piloto revalidou o título ao vencer o Rali Casino de Espinho, penúltima prova da temporada

Este sábado as coisas não correram bem ao campeão nacional, que arrancou para o segundo dia na quinta posição, mas, este domingo, com sete vitórias em oito especiais garantiu a vitória e o título. Tanto mais que Pedro Meireles (Skoda Fabia R5), o único que podia fazer adiar a decisão para o Algarve, saiu da estrada, no início da primeira especial do dia, e tudo ficou mais fácil para o piloto da Citroen, que averbou a 10.ª vitória, igualando o número de triunfos de Santinho Mendes.

Jorge Cunha

À partida para o segundo e decisivo dia da prova organizada pelo Targa Clube, João Barros (Ford Fiesta R5) comandava com 0,8” de avanço sobre Carlos Vieira (Citroen DS3 R5), que assumiu o comando na primeira especial do dia, para o perder duas classificativas mais à frente, em consequência de uma saída de estrada.

Com o despiste do piloto do Citroen, João Barros regressou ao comando e chegou à neutralização com uma vantagem de 4,4” sobre o futuro vencedor que vinha a recuperar terreno desde o início do dia.

Mas João Barros não evitou, na primeira classificativa da segunda “ronde”, uma saída de estrada, o que deixou José Pedro Fontes à vontade no comando, com Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5) a terminar em segundo, a sua melhor classificação do ano, e Elias Barros (Ford Fiesta R5) a completarem o pódio, enquanto Diogo Gago (Peugeot 208), em quinto, foi o melhor entre os que tripulam carros de duas rodas motrizes.

Classificação final:

1.º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen DS3 R5), a 1.14’28,3”; 2.º, Miguel Barbosa/Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), a 1’46,0”; 3.º, Elias Barros/Ricardo Faria (Ford Fiesta R5), a 2’03,6”; 4.º, Joaquim Alves/Luís Ramalho (Ford Fiesta R5), a 2,05,9”; 5.º, Diogo Gago/Hugo Magalhães (Peugeot 208), a 3’14,4” (1.º RC4); 6.º, Manuel Castro/Luís Costa (Skoda Fabia S2000), a 3’57,3”; 7.º, Paulo Neto/Vítor Hugo (Citroen DS3 R3T), a 4’08,6” (1.º RC3); 8.º, Gil Antunes/Diogo Correia (Renault Clio R3T), a 4’46,7”; 9.º, António Costa/Nuno Rodrigues da Silva (Renault Clio R3), a 6’07,6”; 10.º, Vítor Ribeiro/Valter Cardoso (Mitsubishi Lancer IX), a 8’12,6”(1.º RC2N). Classificou-se mais uma equipa

Classificação, oficiosa, do Campeonato Nacional de Ralis:

PILOTOS – 1.º, José Pedro Fontes, 169,5 pontos; 2.º, Pedro Meireles, 115; 3.º, Miguel Barbosa, 90,25; 4.º, Miguel Campos, 71; 5.º, João Barros, 54,25; 6.º, Ricardo Moura, 43,75; 7.º, Elias Barros, 43; 8.º, Carlos Martins, 40,5; 9.º, Manuel Castro, 33; 10.º, Carlos Vieira, 32,5. Estão classificados mais 32 pilotos.

Próxima prova – Rali Casinos do Algarve, dias 12 e 13 de Novembro, organizado pelo Clube Automóvel do Algarve