Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

GP do Japão: Miguel Oliveira ausente

  • 333

KIMIMASA MAYAMA / EPA

Apesar da sua vontade, o português Miguel Oliveira (Kalex) vai estar ausente da prova japonesa, em consequência de uma queda sofrida em Aragon, da qual resultou a fratura da clavícula esquerda

O “motard” português deslocou-se até Motegi e foi autorizado pelos médicos a alinhar. Participou no primeiro treino livre, na sexta-feira, no qual alcançou o penúltimo tempo. No entanto, sentiu que não estava em condições físicas para suportar a dureza da corrida e, de acordo com a equipa, optou por não alinhar, com a esperança de o poder fazer para a semana, no traçado de Phillip Islands (Austrália).

Com a luta pelo título ao rubro, o francês Johann Zarco (Kalex), que comanda o campeonato com um ponto de avanço sobre o espanhol Alex Rins (Kalex), assegurou a “pole position” para a corrida de Moto2 e viu o seu adversário quedar-se pelo 22.º lugar. Isso implica arrancar da oitava linha e ter de efetuar uma significativa recuperação, o que, dado o equilíbrio de andamentos, não se antevê fácil.

Apesar dos 52 pontos de atraso para o espanhol Marc Marquez (Honda), o italiano Valentino Rossi (Yamaha) não baixa os braços e mostrou, em Motegui, que o título ainda não está entregue. Mostrou-o não só ao alcançar a “pole position” para a corrida de MotoGP, mas também por ter sido o único a rodar no segundo “43”, deixando o comandante do campeonato a 0,108”.

Outro espanhol, Jorge Lorenzo (Yamaha), completa a primeira linha da grelha, onde não vai estar o seu compatriota Dani Pedrosa (Honda), vítima de uma queda, na sexta-feira, de que resultou a clavícula esquerda partida. Isso pode significar o fim da temporada para o piloto da Honda, uma vez que as corridas acontecem em semanas seguidas.

O japonês Hiroshi Aoyama (Honda) foi chamado para o substituir na corrida nipónica, mas ainda não é certo que esteja para a semana na Austrália.

O italiano Andrea Migno (KTM) parte pela primeira vez da “pole position”, na corrida de Moto3, depois de se ter superiorizado ao virtual campeão do mundo, o sul-africano Brad Binder (KTM), com o italiano Enea Bastianini (Honda) a completar a primeira linha.

O japonês Hiriki Ono (Honda), que fez o melhor tempo, foi penalizado em três lugares, por ter rodado demasiado devagar em algumas zonas do traçado, o que prejudicou alguns adversários.

Grelhas de partida

Corridas

MOTO2 – 1.ª linha: Johann Zarco (Kalex), 1’49,961”; Thomas Luthi (Kalex), 1’50,028”; Franco Morbidelli (Kalex), 1’50,317”; 2.ª linha: Sam Lowes (Kalex), 1’50,333”; Sandro Cortese (Kalex), 1’50,380”; Axel Pons (Kalex), 1’50,501”. 3.ª linha: Takaaki Nakagami (Kalex), 1’50,522”; Alex Marquez (Kalex), 1’50,563”; Jonas Folger (Kalex), 1’50,743”. Alinham mais 21 pilotos.

MOTOGP – 1.ª linha: Valentino Rossi (Yamaha), 1’43,954”; Marc Marquez (Honda), 1’44,134”; Jorge Lorenzo (Yamaha), 1’44,221”; 2.ª linha: Andrea Dovizioso (Ducati), 1’44,294”; Cal Crutchlow (Honda), 1’44,402”; Aleix Espargaro (Suzuki), 1’44,494”; 3.ª linha: Maverick Viñales (Suzuki), 1’44,539”; Hector Barbera (Ducati), 1’44,980; Pol Espargaro (Yamaha), 1’45,232”. Alinham mais 13 pilotos.

MOTO3 – 1.ª linha: Andrea Migno (KTM), 1’56,529”; Brad Binder (KTM), 1’56,659”; Enea Bastianini (Honda), 1’56,664”; 2.ª linha: Hiroki Ono (Honda), 1’56,443”; Nicolo Bulega (KTM), 1’56,673”; Lorenzo Dalla Porta (KTM); 1’56,682; 3.ª linha: Nicollo Antonelli (Honda), 1’56,740”; Fábio Quartararo (KTM), 1’56,836”; Adam Norrodin (Honda), 1’56,873”. Alinham mais 25 pilotos.

Classificações dos “Mundiais”, antes da prova japonesa:

Pilotos

MOTO2 – 1.º, Johann Zarco, 202; 2.º, Alex Rins, 201 pontos; 3.º, Sam Lowes, 161; 4.º, Thomas Luthi, 154; 5.º, Franco Morbidelli, 141; 6.º, Takaaki Nakagami, 135; 7.º, Jonas Folger, 133; 8.º, Hafizh Syahrin, 103; 9.º, Lorenzo Baldassarri, 99; 10.º, Simone Corsi, 74; …; 19.º, Miguel Oliveira, 33. Estão classificados mais 12 pilotos.

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez, 248 pontos; 2.º, Valentino Rossi, 196; 3.º, Jorge Lorenzo, 182; 4.º, Dani Pedrosa, 155; 5.º, Maverick Viñales, 149; 6.º, Cal Crutchlow, 105; 7.º, Andrea Dovizioso, 104; 8.º, Andrea Iannone, 96; 9.º, Pol Espargaro, 96; 10.º, Hector Barbera, 84. Estão classificados mais 14 pilotos

MOTO3 – 1.º, Brad Binder, 249 pontos; 2.º, Jorge Navarro, 143; 3.º, Enea Bastianini, 139; 4.º, Joan Mir, 117; 5.º, Nicolo Bulega, 113; 6.º, Fábio Di Giannantonio, 111; 7.º, Francesco Bagnaia, 110; 8.º, Romano Fenati, 93; 9.º, Niccolo Antonelli, 81. 10.º, Jakub Kornfeil, 80; Estão classificados mais 21 pilotos

Marcas

MOTO2 – 1.º, Kalex, 350 pontos; 2.º, Speed Up, 107; 3.º, Tech 3, 24; 4.º, Suter, 6

MOTOGP – 1.º, Honda, 291 pontos; 2.º, Yamaha, 278 3.º, Ducati, 187; 4.º, Suzuki, 155; 5.º, Aprilia, 72

MOTO3 – 1.º, KTM, 296 pontos; 2.º, Honda, 276; 3.º, Mahindra, 157; 4.º, Peugeot, 48

Equipas

MOTOGP – 1.º, Repsol Honda Team, 409 pontos; 2.º, Movistar Yamaha MotoGP, 378; 3.º,Team Suzuki Ecstar, 218; 4.º, Ducati Team, 213; 5.º, Monster Yamaha Tech 3, 141; 6.º, Octo Pramac Yakhnich, 117; 7.º, Avintia Racing, 109; 8.º, LCR Honda, 105; 9.º, Aprilia Racing Team Gressini, 103; 10.º, Pull & Bear Aspar Team, 84; 10.º, Estrela Galicia 0,0 Marc, 70