Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

WTCC China. Tiago Monteiro longe dos mais rápidos

  • 333

O português Tiago Monteiro, que luta pelo segundo lugar, comprometeu as suas aspirações e não conseguiu melhor que o 14.º tempo

Honda em dificuldades no traçado chinês de Xangai, com a marca nipónica a só colocar um carro (Norbert Michelisz), na Q2, com Tiago Monteiro e Robert Huff a não conseguirem melhor do que o 14.º e o 15.º tempo, respetivamente.

Por sua vez, a Citroen revalidou desde já o título de marcas, juntando-o ao de pilotos, já revalidado pelo argentino Jose Maria Lopez.

Em contrapartida, o português Tiago Monteiro, que luta pelo segundo lugar, comprometeu as suas aspirações, não só pela posição na grelha de partida, mas também pelo facto de a Citroen ter revelado que o campeão do mundo tudo fará nas corridas em falta para ajudar o francês Yvan Muller a despedir-se do WTCC como vice-campeão do mundo.

Foi em Xangai que Yvan Muller, o piloto com mais títulos (4 – 2008, 2010, 2011 e 2013) e mais vitórias (48), anunciou a sua retirada do WTCC por já não sentir a “motivação” suficiente para continuar a competir na disciplina.

Contudo, o francês não fechou a porta à continuidade da sua carreira desportiva, estando por saber qual será a disciplina escolhida. Ponto assente é que a equipa tudo vai fazer para o levar ao segundo lugar do campeonato.

Na qualificação para a corrida chinesa, Jose Maria Lopez alcançou o melhor tempo, à frente do holandês Nicky Catsburg (Lada Vesta), sendo de assinalar que o sueco Thed Bjorn (Volvo S60) conseguiu chegar à Q3, com o seu compatriota Fredrik Ekblom a assegurar o sétimo tempo, numa confirmação da evolução que os carros da marca sueca têm conhecido ao longo da temporada.

Décimo na Q2, o francês John Filippi (Chevrolet Cruze) assegurou a “pole” para a corrida de abertura, partilhando a primeira linha com o húngaro Norbert Michelisz (Honda Civic), que dispõe de “argumentos” para pensar na vitória.

Grelhas de partida:

CORRIDA DE ABERTURA1.ª linha: John Filippi (Chevrolet Cruze); Norbert Michelisz (Honda Civic); 2.ª linha: Tom Chilton (Citroen C-Elysée); Fredrik Ekblom (Volvo S60); 3.ª linha: Gabriele Tarquini (Lada Vesta); Thed Bjork (Volvo S60); 4.ª linha: Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée); Yvan Mulller (Citroen C-Elysée); 5.ª linha: Nicky Catsburg (Lada Vesta); Jose Maria Lopez (Citroen C-Elysée); …7.ª linha: Hugo Valente (Lada Vesta); Tiago Monteiro (Honda Civic). Alinham mais quatro pilotos.

CORRIDA PRINCIPAL1.ª linha: Jose Maria Lopez, 1’49,339”; Nicky Catsburg, 1’49,500”; 2.ª linha: Yvan Mulller, 1’49,911”; Mehdi Bennani, 1’49,944; 3.ª linha: Thed Bjork, 1’50,677”; Gabriele Tarquini, 1’50,393; 4.ª linha: Fredrik Ekblom, 1’50.439”; Tom Chilton, 1’50,498”; 5.ª linha: Norbert Michelisz, 1’50,787”; John Filippi, 1’50,809”;…; 7.ª linha: Hugo Valente, 1’51,399”; Tiago Monteiro, 1’50,404”. Alinham mais quatro pilotos.

Classificações dos “Mundiais”, antes da prova chinesa:

PILOTOS – 1.º, Jose Maria Lopez, 319 pontos; 2.º Tiago Monteiro, 192; 3.º, Yvan Muller, 192; 4.º, Robert Huff, 178; 5.º, Norbert Michelisz, 172; 6.º, Mehdi Bennani, 161; 7.º, Nicky Catsburg, 149; 8.º, Tom Chilton, 143; 9.º, Gabriele Tarquini, 106; 10.º, Tom Coronel, 102. Estão classificados mais 11 pilotos

MARCAS – 1.º, Citroen, 796 pontos; 2.º, Honda, 593; 3.º, Lada, 448; 4.º, Polestar 236.