Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

O momento fofinho que emocionou os Jogos Olímpicos: um pedido de casamento inesperado

  • 333

A Austrália até se sagrou campeã olímpica de râguebi de sete, mas a estrela da noite de segunda-feira foi a brasileira Isadora Cerullo. Após a cerimónia de entregas de medalhas (em que o Brasil não ganhou nenhuma), a atleta ficou noiva

“Quero mostrar ao mundo que ela é o amor da minha vida.” E que melhor forma de o fazer do que pedir a namorada em casamento logo após uma cerimónia de entrega de medalhas nos Jogos Olímpicos? Esta segunda-feira, Marjorie Enya, uma voluntária do Rio 2016, aproximou-se da namorada Isadora Cerullo, jogadora da equipa brasileira de râguebi de sete, e fez a grande pergunta.

Na última noite, o Estádio Deodoro foi palco da final feminina de râguebi de sete, em que a Austrália se tornou campeã olímpica perante o olhar das várias seleções que estiveram em competição. Após a entrega das medalhas e de o público ter dispersado, Marjorie Enya entrou no campo e pegou no microfone. O que acontece a seguir pode ver no vídeo ali em cima.

Cerullo, 25 anos, e Enya, 28 anos, namoram há dois. O casal vive em São Paulo, após a atleta – que tem também nacionalidade norte-americana – se ter mudado para se focar na seleção.

“Para mim, [os Jogos Olímpicos] significam o começo de uma nova vida com alguém. Quero mostrar ao mundo que o amor vence”, disse a voluntária, citada pela BBC Sports.