Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Michael Phels conquista 19ª medalha de ouro. E ainda quer mais

  • 333

DOMINIC EBENBICHLER/REUTERS

O nadador disputou este domingo os 4x100m livres e ajudou a equipa norte-americana a ocupar o principal lugar do pódio. Presente em cinco Jogos e atleta mais medalhado de sempre, Phelps ainda pode ganhar mais três medalhas de ouro

Se muitos atletas procuram sagrar-se campeões olímpicos no Brasil e cumprir um sonho, Michael Phelps chegou ao Rio de Janeiro como um vencedor de exceção. Com 18 medalhas de ouro amealhadas em quatro edições dos Jogos – estreou-se em Sydney , aos 15 anos –, o seu nome é sinónimo de recordes e superação. Este domingo voltou a subir ao pódio para receber mais ouro: a sua 19ª medalha foi ganha aa estafeta 4x100 metros livres.

Curiosamente, a participação de Phelps na final foi confirmada apenas horas antes da prova. “Quando mergulhei na água parecia que meu coração iria explodir, queríamos muito esta vitória”, afirmou o nadador depois de ter ajudado a conquistar o 1.º lugar. “Os dois jovens (Ryan Held e Caeleb Dressell) começaram a chorar (no pódio) e eu chorei com eles. É bom sentir a medalha no meu pescoço”, acrescentou.

Ao seu alcance estão ainda outras medalhas. Depois de se ter retirado e de nos últimos anos ter sido notícias por razões menos felizes – nomeadamente o abuso do álcool – Michael Phelps está determinado a marcar novamente a história dos Jogos Olímpicos. Entre esta segunda e quinta-feira disputará mais três provas: as eliminatórias de 100 e de 200m mariposa e os 200m estilos.

Na bancada, além da mãe e da mulher, terá um assistente muito especial: o seu filho, de três meses, Boomer Phelps.