Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Pugilista marroquino detido por assediar empregadas de hotel na aldeia olímpica

  • 333

GETTY

Hassan Saada, que vai competir nos Jogos Olímpicos, foi detido esta sexta-feira de manhã

O pugilista marroquino Hassan Saada foi detido esta sexta-feira de manhã sob a acusação de ter assediado sexualmente duas empregadas de hotel na aldeia olímpica, correndo o risco de não poder representar o seu país nas competições.

A juíza Larissa Nunes determinou que ficará preso provisoriamente durante 15 dias. Hassan iria competir já neste sábado na categoria médio-pesado, mas ainda não foi determinado se poderá ou não comparecer no ringue.

O pugilista terá começado por convidar um emprega para tirar um selfie com ele no seu quarto, tendo depois encostado a mulher à parede, pressionando-a nas coxas e tentando beijá-la à força. Posteriormente, terá apertado o peito de uma segunda empregada e oferecido dinheiro para que ela o masturbasse.