Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Atletismo russo banido dos Jogos Olímpicos

  • 333

GETTY

Decisão do Tribunal Arbitral do Desporto foi anunciada esta quinta-feira. Aguarda-se agora a decisão sobre a participação russa nas outras modalidades

O Tribunal Arbitral do Desporto, sediado em Lausanne, decidiu manter a decisão da Federação Internacional de Atletismo (FIA), que proibiu o atletism russos de competir nos Jogos Olímpicos, que começam a 5 de agosto. O motivo são as revelações do último ano sobre a extensão da operação de uso e encobrimento de doping levada a cabo pelo Estado russo entre 2010 e 2015, no mínimo envolvendo o ministério do Desporto, a agência antidoping e os próprios serviços de espionagem, que falsificavam as amostras de urina dos atletas à noite durante os Jogos de Inverno em Sochi.O esquema, extensivo a praticamente todas as modalidades, foi especialmente intenso no atletismo, o que justifica a medida tomada pela FIA.

Fica por decidir o que acontecerá nos outros desportos. O Comité Olímpico deverá estar prestes a decidir se emite uma proibição geral ou deixa a decisão nas mãos de cada federação. Na sequência da divulgação do relatório encomendado pela Agência Mundial Antidoping ao advogado canadiano Richard McLaren,que confirmou e detalhou informações antes avançadas por vários denunciantes, recomendando o afastamento total da Rússia dos Jogos Olímpicos, constava quarta-feira que federações como a do halterofilismo se inclinavam para seguir a inidicação, enquanto outras estariam mais relutantes.