Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Mais dois medalhados, desta vez no ciclismo

  • 333

Ivo Oliveira superou o máximo pessoal e nacional duas vezes num dia, durante os Europeus de Montichiari

DR

Ivo Oliveira e Maria Martins sagraram-se vice-campeões europeus de pista, em Itália

Margarida Mota

Jornalista

Depois da canoagem, do atletismo e do futebol, foi a vez do ciclismo português também brilhar na Europa: Ivo Oliveira e Maria Martins tornaram-se, esta terça-feira, vice-campeões europeus de pista no velódromo de Montichiari, Itália.

Ivo Oliveira, 18 anos, competiu na prova de perseguição individual para sub-23. Pedalou os quatro quilómetros em 4 minutos e 17,448 segundos, o que constitui um recorde pessoal e nacional.

O gaiense já tinha batido o recorde nacional durante a prova de qualificação, no mesmo dia, na qual foi também segundo classificado.

“Vim para este Europeu consciente de que poderia bater-me por um lugar no top 5. Se me dissessem que iria ao pódio não acreditava”, afirma Ivo Oliveira em declarações ao site da Federação Portuguesa da modalidade. Mas o jovem ciclista já parecia adivinhar algo mais: “Nos treinos oficiais apercebi-me de que a pista está muito rápida. Comecei a ver os meus tempos e a pensar que poderia chegar mais longe do que o planeado inicialmente.”

Na final, melhor do que o português só o italiano Filippo Ganna (prestes a fazer 20 anos), campeão mundial de elite e estagiário da equipa WorldTour Lampre-Merida (a formação de Rui Costa), com o tempo de 4m 14,165 s. O francês Thomas Denis completou o pódio.

Ivo Oliveira está a cumprir o seu segundo ano no escalão de sub-23. No currículo já soma cinco medalhas conquistadas em júniores, entre elas os títulos mundial e europeu em 2014. Comparativamente ao Europeu de 2015, o seu registo em Montichiari representa uma progressão de mais de 11 segundos.

“O Ivo fez uma corrida excelente, sem quebras. No entanto, o adversário conseguiu ser um pouco mais rápido. O que é mais importante referir, no entanto, é a evolução. Ele fez um tempo de elite mundial. O que aqui vimos foi o Ivo a dar um passo muito importante para o futuro”, afirma o selecionador nacional Gabriel Mendes, citado pelo site federativo.

Os ciclistas portugueses estiveram igualmente em grande destaque no sector feminino. Na sua estreia no Europeu de pista, Maria Martins cortou a meta em 2.º lugar na corrida júnior de scratch. Esta é uma prova individual, limitada a 24 ciclistas, em que as participantes iniciam a prova em simultâneo e o objetivo é chegar ao fim em primeiro. (Se não conhece, veja aqui um vídeo da modalidade.)

Natural de Santarém, a jovem ciclista foi apenas batida pela italiana Letizia Paternoster. A terceira classificada foi a polaca Wiktoria Pikulik.

“Foi uma corrida muito tática, acabando por ser decidida ao sprint. A Maria esteve atenta às movimentações e soube colocar-se no momento certo para discutir a corrida”, assim descreve Gabriel Mendes a prova da jovem portuguesa.