Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Assinantes MEO arriscam ficar sem BTV a partir da próxima semana

  • 333

António Cotrim / Lusa

NOS prolonga por mais uma semana o prazo para negociar um acordo de distribuição da BTV com a MEO. Se não houver acordo até quinta-feira, o sinal da BTV é desligado para os assinantes da MEO

Os assinantes da operadora MEO estão em risco de deixar de ter acesso à BTV a partir do próximo dia 7 de julho. Esta foi a data limite imposta pela NOS para que seja alcançado entre as duas operadoras um acordo para a distribuição do canal encarnado, cujos direitos passaram a partir desta sexta-feira a ser detidos pela NOS.

A NOS não comenta este processo, mas o Expresso sabe que a operadora já informou formalmente a MEO desta decisão: se esse acordo não for alcançado entretanto, a MEO deixará de ter acesso ao sinal da BTV a partir da próxima quinta-feira. Contactada pelo Expresso, fonte da MEO diz apenas que a empresa "não comenta negociações em curso".

Depois de ter fechado o acordo para a compra dos direitos do Benfica e da BTV — num contrato que pode durar até 10 anos e um valor na ordem dos €400 milhões —, a NOS decidiu manter a emissão dos jogos do Benfica em casa na BTV, em vez de passá-los para a Sport TV.

Na origem dessa decisão esteve, entre outros aspectos, o braço de ferro que a NOS está a travar com a MEO para a garantia do acesso a todos os conteúdos desportivos detidos por cada operadora — e que já levou a MEO a suspender o acesso da NOS ao Porto Canal, depois de terem falhado um acordo para a renovação do contrato.

Uma situação que poderá agora repetir-se em sentido inverso, dado que o contrato atual do MEO para a distribuição da BTV terminou ontem, 30 de junho. Ou seja, para renovar o acordo e garantir aos seus assinantes que continuam a ter acesso à BTV (e aos jogos do Benfica em casa) a MEO terá agora de aceitar as condições da NOS para a partilha de conteúdos desportivos.

Um dos passos centrais nesta estratégia da NOS foi o acordo que a operadora assinou com a Vodafone para a partilha recíproca de conteúdos desportivos detidos pelas duas operadoras. Um acordo que produzirá os seus efeitos já a partir da próxima época e que garante que os clientes da NOS e da Vodafone terão acesso à BTV e aos jogos do Benfica em casa “independentemente do canal onde estes jogos sejam transmitidos”. A MEO tem agora uma semana para juntar-se ao clube.