Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

UEFA abre processos disciplinares contra Portugal, Hungria e Bélgica

  • 333

Reuters Staff / Reuters

A UEFA abriu inquéritos às federações de Portugal, Hungria e Bélgica na sequência de incidentes em que os seus adeptos estiveram envolvidos nos estádios dos encontros de sábado do Euro2016

A UEFA abriu inquéritos às federações de Portugal, Hungria e Bélgica na sequência de incidentes em que os seus adeptos estiveram envolvidos nos estádios dos encontros de sábado do Euro2016 de futebol.

A abertura destes inquéritos vem juntar-se a outros abertos à Croácia e à Turquia na sexta-feira, igualmente por incidentes com os seus adeptos, tendo o organismo que rege o futebol europeu já sancionado a Rússia com a desqualificação na prova, com pena suspensa, devido aos incidentes protagonizados no jogo com a Inglaterra.

Das três federações agora visadas, a Hungria é a que arrisca uma pena mais pesada. Alguns dos seus adeptos terão entrado em confronto com os seguranças e a polícia no estádio Velodrome, em Marselha, antes do início do encontro com a Islândia, tendo atirado tochas luminosas para o relvado logo após o apito final.

Enquanto a decisão do inquérito foi anunciada para terça-feira, as de Bélgica, uso de fumos e lançamento de projéteis, e de Portugal, invasão do terreno de jogo, não foram ainda reveladas.
O inquérito à Portugal deve-se à invasão do terreno por parte de um adepto, que tirou uma 'selfie' com a estrela lusa Cristiano Ronaldo.