Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Todo-o-Terreno: Nuno Matos reforça primeiro lugar

  • 333

Nuno Matos venceu a Baja do Pinhal, naquela que foi a sua segunda vitória do ano e passou a dispor de nove pontos de avanço sobre João Ramos no campeonato nacional de Todo-o-Terreno (CNTT)

O piloto do Opel tinha começado a prova por ser o mais rápido nos dois SS de abertura e confirmou nos outros dois SS essa superioridade, traduzida no comando da prova de fio a pavio, e no aumento da sua vantagem sobre João Ramos de 5’12”, no final do primeiro SS, para os 6’50” finais.

O piloto da Toyota queixou-se de problemas de travões ao longo de toda a prova, para justificar uma derrota tão clara. O campeão nacional Miguel Barbosa (Mitsubishi Lancer Racing), que tinha sido terceiro no primeiro dia de prova, já não arrancou para o segundo dia na sequência de problemas de caixa de velocidades, o que compromete as suas aspirações à revalidação do ceptro, quando faltam duas provas para o final da temporada.

A desistência de Miguel Barbosa “abriu a porta” para o duelo pelo terceiro lugar, com Alexandre Franco (BMW Série 1 Proto) a assegurar o derradeiro lugar do pódio, à frente de Pedro Silva (Mazda Proto), que triunfou entre aqueles que tripularam os carros da marca japonesa.

Marco Roque (Nissan Navara), 12.º, triunfou na categoria T8, enquanto Sérgio Vitorino (Nissan Navara), 17.º, venceu entre os T2.

Classificação final

1.º, Nuno Matos/Filipe Serra (Opel Mokka Proto), 4’41’09”; 2.º, João Ramos/Vítor Jesus (Toyota Hilux), a 6’50”; 3.º, Alexandre Franco/Pedro Franco (BMW Serie 1 Proto), a 9’13”; 4.º, Pedro Silva/José Janela (Mazda Proto), a 26’31”; 5.º, André Amaral/Nelson Ramos (Mercedes Proto), a 40’29”; 6.º, Isidro Pujol/Texma Villalobos (Mitsubishi ARC Racing), a 46’21”; 7.º, Filipe Carvalho/Maria Carvalho (Bowler Wildcat 200),a 48’24”; 8.º, Etelvino Carvalho/João Peneda (Mazda Proto), a 49’01”; 9.º, Subirats Gonfaus/Daniel Camara (Mitsubishi Pajero) a 49’54”; 10.º, Jorge Cardoso/Joaquim Norte (Mazda Proto), a 54’15”. Classificaram-se mais sete equipas.

Classificações do campeonato, depois da prova beirã:

1.º, Nuno Matos, 95 pontos; 2.º, João Ramos, 86; 3.º, Miguel Barbosa, 45; 4.º, Tiago Reis, 26; 5.º, André Amaral, 24; 6.º, Nuno Madeira, 22; 7.º, Filipe Carvalho, 20; 8.º, João Rosa, Alexandre Franco, 17; 10.º, Luís Ferreira, 15. Estão classificados mais 16 pilotos.

Próxima prova

Baja TT de Idanha-a-Nova, a 9 e 10 de Setembro, organizada pela Escuderia de Castelo Branco