Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Nova Liga feminina de futebol vai ter Sporting, Braga, Estoril e Belenenses

  • 333

Há atualmente 3032 jogadoras federadas na FPF, dois terços com menos de 18 anos - um número recorde na história do organismo

Getty

Regulamento da nova Liga feminina Allianz foi divulgado pela FPF. Campeonato contará em 2016/17 com 14 equipas, entre as quais Sporting, Sporting de Braga, Estoril e Belenenses, sabe o Expresso

Começou esta sexta-feira uma nova era no futebol feminino em Portugal. Depois de ter convidado, há dois meses, os 18 clubes da Liga NOS a formar equipas femininas, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou esta tarde o regulamento (veja AQUI) que vai reger a nova Liga feminina (meio amadora, meio profissional), que o organismo planeou com o intuito de promover o futebol feminino em Portugal.

A Liga Allianz (nome oficial) contará em 2016/17 com 14 equipas - mais quatro do que as compõem o Campeonato Nacional atualmente. Estas quatro equipas foram escolhidas pela FPF através de um ranking de desempenho desportivo no campeonato masculino, depois da validação das candidaturas dos clubes da Liga NOS que aceitaram o convite para a entrada direta na nova Liga Allianz.

Os novos clubes, sabe o Expresso, serão o Sporting - que regressa ao futebol feminino depois de já ter tido uma equipa nos anos 90 -, o Sporting de Braga - cuja presença já tinha sido confirmada oficialmente ao Expresso por António Salvador -, o Estoril e o Belenenses - que já tinham ambos equipas a competir na 2ª divisão feminina.

As outras 10 equipas que irão competir na nova Liga serão compostas pelas oito que se mantiverem no Campeonato Nacional desta época - que ainda decorre - e as duas que subirem a partir do Campeonato de Promoção (2ª divisão).

O bicampeão Clube Futebol Benfica (o campeão é o único que se qualifica para a Liga dos Campeões), o Albergaria, o Valadares Gaia e o A-dos-Francos já sabem que estarão na nova Liga, uma vez que a fase de apuramento do campeão do Campeonato Nacional já terminou. O que ainda decorre é a fase de manutenção, onde Cadima, Viseu 2001, Fundação Laura Santos e Boavista lutam para escapar aos dois lugares de despromoção, tal como Ouriense e Vilaverdense, ainda que esta duas últimas já tenham uma vantagem pontual confortável em relação às outras quatro (classificação AQUI).

Na fase final do Campeonato de Promoção, os clubes que ainda lutam pelos dois lugares que darão acesso à nova Liga Allianz são o Ferreirense, o CAC, o Vila FC e o Casa Povo Martim (classificação AQUI).

Convites com regras: só duas contratações por clube e criação de equipas de juniores

De forma a não prejudicar os clubes que já estavam este ano no Campeonato Nacional, a FPF impõe na próxima época várias normas transitórias aos “novos” clubes que entram por convite, de forma a encontrar “um ponto razoável de equilíbrio” entre ambos os lados, explica o comunicado oficial (AQUI).

Isto quer dizer que, em 2016/17, Sporting, Braga, Estoril e Belenenses só podem contratar, a cada equipa do Campeonato Nacional, duas jogadoras.

Além disso, as equipas que já estavam no Campeonato Nacional e que passarão a estar na nova Liga Allianz não poderão perder mais de quatro jogadoras para os quatro clubes convidados, a não ser que haja algum tipo de acordo excecional entre os clubes intervenientes.

Por fim, Sporting, Braga, Estoril e Belenenses ficam obrigados a criar uma equipa de sub-19 até à época 2017/18 (inclusive).

Na próxima época, quatro clubes serão despromovidos da Liga Allianz, de modo a que, na época de 2017/18, a Liga tenha apenas 12 equipas - número que será mantido nos anos seguintes.

A final da Taça de Portugal feminina, entre Clube Futebol Benfica e Valadares Gaia, será disputada no dia 28 de maio, no Estádio Nacional, às 16h (entrada livre - transmissão TVI24).