Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

“Milagre” de Leicester em destaque na imprensa britânica

  • 333

“Homens-milagre”, “Conto de fadas” e “De zeros a heróis” são algumas das manchetes dos jornais britânicos esta terça-feira sobre a vitória inédita do Leicester City na Premier League

DR

O "milagre" de Leicester City, que na segunda-feira se sagrou campeão da Primeira Liga inglesa de futebol pela primeira vez em 132 anos de história, faz esta terça-feira quase o pleno das primeiras páginas da imprensa britânica.

O "Daily Telegraph" celebra "os homens milagre de Leicester coroados campeões" com um suplemento de oito páginas, enquanto o "Times" descreve o feito como um "conto de fadas".

A reação da imprensa reflete o estado de espírito dos britânicos, cuja maioria passou a apoiar o clube de Claudio Ranieri quando se tornou mais evidente a hipótese de vencerem todos os "grandes" que habitualmente disputam o título.

O tablóide "The Sun" titula "Blue Done it" [Os Azuis Conseguiram], uma referência não à cor do equipamento do Leicester City, mas também ao Chelsea, cujo empate 2-2 com o Tottenham Hotspur deitou por terra a possibilidade de os "Spurs" ainda alcançarem o primeiro lugar da tabela.

A duas jornadas do fim, os 'foxes' somam 77 pontos, contra 70 do Tottenham, que deixou de ter hipóteses matemáticas de chegar ao título e que tem agora o Arsenal, terceiro classificado, a apenas três pontos. O Manchester City é quarto, com 64.

A fotografia da manchete mostra os jogadores do clube a festejar em casa do avançado Jamie Hardy, onde os jogadores do Leicester assistiram à partida entre os rivais londrinos que confirmou o primeiro título da história dos "Foxes", o nome pelo qual é conhecido o Leicester City.

A edição britânica do diário "Metro" titula "Zero a Heróis" [Zeroes to Heroes], resumindo o trajeto fulgurante da equipa sem estrelas de grande gabarito e que começou a competição com poucas aspirações para além da permanência no principal escalão do futebol inglês.

Já o "Guardian" faz uma abordagem diferente, colocando na primeira página uma imagem do rei Ricardo III, cujo esqueleto foi encontrado em 2013 em Leicester e onde permanece em exposição, atraindo milhares de visitantes.

Um dos jornalistas do jornal faz uma reinterpretação do discurso da peça de Shakespeare "Ricardo III", começando assim: "O Inverno do nosso descontentamento foi convertido agora em glorioso verão por este campeonato?".

  • O romantismo ainda existe no futebol

    Chamem-lhe milagre, conto de fadas, choque, chamem-lhe o que quiserem, mas o Leicester é campeão. O Tottenham, o único que ainda podia travar este acontecimento que nos fez a quase todos (menos aos rivais diretos) adeptos do Leicester, empatou 2-2 em Stamford Bridge, casa do Chelsea, e as contas ficaram fechadas. E como é que se faz de um clube pequeno e modesto o primeiro entre os ricos? Jaime Pacheco, obreiro de uma proeza semelhante, explica como - ele que deu ao Boavista um campeonato que é quase sempre de Benfica, FCP e Sporting. Foi uma conversa tida e publicada há alguns dias, mas absolutamente atual - e por isso temos de republicá-la