Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Rosberg imbatível

  • 333

Piloto alemão Nico Rosberg

LYNN BO BO/EPA

Fantástico começo de temporada do alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que venceu as três primeiras corridas do ano e tem já 36 pontos de vantagem sobre o seu colega de equipa, o inglês Lewis Hamilton

Surpreendido no arranque pelo australiano Daniel Ricciardo (Reb Bull/TAG Heuer), Nico Rosberg ascendeu ao comando, logo na terceira volta, quando o seu adversário teve de ir à “box” trocar de pneus. Rosberg não voltou a perder a liderança, nem mesmo quando parou, duas vezes, para mudar de pneus.

Companheiro de equipa de Daniel Ricciardo, o russo Daniil Kvyat foi também autor de um bom arranque e com a paragem do australiano colocou-se no segundo lugar, mas acabaria por não resistir ao ataque do alemão Sebastian Vettel (Ferrari), acabando por garantir o derradeiro lugar do pódio, à frente de Daniel Ricciardo.

O arranque correu mal aos homens da Ferrari, que partilhavam a segunda linha da grelha, e que se tocaram na primeira curva. Foram surpreendidos pelo ataque do russo, com o finlandês Kimi Raikkonen a rumar às “boxes, para mudar a asa dianteira, e o alemão a cair para 10.º e a rodar com a asa dianteira danificada.

A entrada do “safety” car” para a remoção dos destroços permitiu a Sebastian Vettel ir trocar a asa dianteira - apesar de a ter voltado a danificar - e encetar uma recuperação que o levaria ao segundo lugar. Enquanto isso, o finlandês terminava em quinto, depois de ultrapassar o brasileiro Felipe Massa (Williams/Mercedes) e o inglês Lewis Hamilton, nas derradeiras voltas.

Penalizado com cinco lugares, e relegado para o derradeiro lugar da grelha, por problemas de motor que o impediram de completar uma volta na qualificação, Lewis Hamilton fez uma prova de trás para a frente, e nem o “toque” sofrido à partida e as cinco paragens para trocar de pneus o impediram de terminar em sétimo.

Os dois pilotos da Toro Rosso, o holandês Max Verstappen e o espanhol Carlos Sainz, e o finlandês Valttei Bottas (Williams/Mercedes) completaram o lote de pilotos que terminou nos lugares pontuáveis.

De assinalar que os 22 carros que alinharam à partida viram a bandeira de xadrez, o que é raro acontecer.

Classificação – Nico Rosberg (Mercedes MGP W07/Mercedes), 56 voltas (305,066 km), em 1.38’53,891” (185,078 km/h); 2.º, Sebastian Vettel (Ferrari SF16-H/Ferrari), a 37,776”; 3.º, Daniil Kvyat (Red Bull RB12/TAG-Heuer), a 45,936”; 4.º, Daniel Ricciardo (Red Bull RB12/TAG-Heuer), a 52,688”; 5.º, Kimi Raikkonen (Ferrari SF16-H/Ferrari), 1’05,872”; 6.º, Felipe Massa (Williams FW38/Mercedes), 1’15,511”; 7.º, Lewis Hamilton (Mercedes MGP W07/Mercedes), a 1’18,230; 8.º, Max Verstappen (Toro Rosso STR11/Ferrari), a 1’19,268”; 9.º, Carlos Sainz (Toro Rosso STR11/Ferrari), a 1’24,127”; 10.º, Valtteri Bottas (Williams FW38/Mercedes), a 1’26,192; 11.º, Sergio Perez (Force India VJM09/Mercedes), a 1’34,283”; 12.º, Fernando Alonso (McLaren MP4-31/Honda, a 1’37,253”; 13.º, Jenson Button (McLaren MP4-31/Honda), a 1’51,990”; 14.º, Esteban Gutierrez (Haas VF-16/Ferrari), a 1 volta; 15.º, Nico Hulkenberg (Force India VJM09/Mercedes), a 1 volta; 16.º, Marcus Ericsson (Sauber C35/Ferrari), a 1 volta; 17.º, Kevin Magnussen (Renault RS16/Renault), a 1volta; 18.º, Pascal Wehrlein (Manor MRT05/Mercedes), a 1 volta; 19.º, Romain Grosjean (Haas VF16-Ferrari), a 1volta; 20.º, Felipe Nasr (Sauber C35/Ferrari), a 1 volta; 21.º, Rio Haryanto (Manor MRT05/Mercedes), a 1volta; 22.º, Jolyon Palmer (Renault RS16/Renault), a 1 volta

Classificações dos Mundiais, depois da prova chinesa:

PILOTOS – 1.º, Nico Rosberg, 75 pontos; 2.º, Lewis Hamilton, 39; 3º, Daniel Ricciardo, 36; 4.º, Sebastian Vettel, 33; 5.º, Kimi Raikkonen, 28; 6.º, Felipe Massa, 22; 7.º, Daniil Kvyat, 21; 8.º, Romain Grosjean, 18; 9.º, Max Verstappen, 13; 10.º, Valtteri Bottas, 7, 11.º, Nico Hulkenberg, 6; 12.º, Carlos Sainz, 4; 13.º Stoffel Vandoorne, 1

CONSTRUTORES – 1.º, Mercedes AMG Petronas F1 Team, 114 pontos; 2.º, Scuderia Ferrari, 61; 3.º, Infiniti Red Bull Racing, 57; 4.º, Williams Martini Racing, 29 5.º, Haas F1 Team, 18; 6.º, Scuderia Toro Rosso, 16; 7.º, Sahara Force India F1 Team, 6; 8.º, McLaren/Honda, 1

Próxima prova – GP da Rússia, no Circuito de Sochi, dia 1 de Maio.

  • Nico Rosberg na frente

    O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, assegurou a “pole position” (23.ª da sua carreira) para o GP da China e tem tudo a seu favor para somar o terceiro triunfo consecutivo e rumar à conquista do título