Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Argentina no caminho olímpico de Portugal

  • 333

Christian Hofer / Getty Images

A equipa treinada por Rui Jorge já conhece os seus adversários na fase de grupos do torneio olímpico de futebol no Rio de Janeiro

A seleção portuguesa estreia-se no torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016 frente à Argentina e efetua no Rio de Janeiro os dois primeiros jogos no Grupo D, que inclui ainda Honduras e Argélia.

O encontro com a Argentina realiza-se no Estádio Olímpico do Rio de Janeiro, pelas 18h locais (22h em Lisboa), do dia 4 de agosto, véspera da cerimónia de abertura. Três dias depois, no mesmo local, os comandados de Rui Jorge defrontam as Honduras, às 13h locais (17h em Lisboa), e a 10 de agosto medem forças com a Argélia, em Belo Horizonte, também às 13h (17h).

Caso consiga o apuramento para os quartos de final, marcados para 13 de agosto, Portugal defrontará uma seleção proveniente do Grupo C, composto por Alemanha, México, Coreia do Sul e Fiji.

Se vencer o seu agrupamento, a equipa das quinas encontra o 2.º classificado do Grupo C, em Brasília, pelas 13h (17h), e, caso fique em 2.º defronta o primeiro do mesmo agrupamento, em Belo Horizonte, pelas 19h (23h).

As meias-finais realizam-se a 17 de agosto e os encontros de apuramento do 3.º colocado e a final realizam-se dia 20, com a atribuição da medalha de ouro a arrancar às 17h30 locais (21h30 em Lisboa), no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

O Grupo A da fase de grupos é composto por Brasil, África do Sul, Iraque e Dinamarca e o Grupo B inclui Suécia, Colômbia, Nigéria e Japão.

Rui Jorge quer equipa a "dignificar" o país

Reagindo ao sorteio, o selecionador olímpico Rui Jorge considerou que Portugal é candidato a "dignificar o país",, escusando-se a aprofundar comentários sobre a composiçãodos grupos.

"Perante o desconhecido, é indiferente e infundado fazer qualquer tipo de avaliação. Portugal é candidato ao mesmo de sempre, dignificar o país, os jogadores e o staff. Dignificar o país como o temos feito até aqui. É esse o nosso grande objetivo, fazer o que está ao nosso alcance para o melhor desempenho", disse, citado no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol.

Com dois jogos a realizar no Rio de Janeiro, sede dos Jogos Olímpicos, a equipa de futebol de Portugal vai viver a "experiência inédita" de ficar alojada na aldeia olímpica, junto com os demais apurados. "Acho que é uma coisa inédita para Portugal. É a única situação anormal no meio do torneio de futebol. Foi estipulado que é assim, com tudo o que isso pode acarretar. Vamos ver a logística, que não é normal para as equipas de futebol", avisou.