Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

O Leicester tem um novo fã. É o príncipe William de Inglaterra

  • 333

ANDY RAIN / EPA

O neto da rainha britânica confessa estar “ansioso” para que o Leicester City, equipa-sensação do campeonato de futebol britânico, vença o título no final da época. William defende que a vitória improvável do clube seria “positiva para o desporto”

O Leicester City, tido como a "equipa-sensação" da liga inglesa de futebol, ganhou um novo adepto. O príncipe William de Inglaterra considera que seria “bom para o desporto” que fosse o Leicester a conquistar o título na Premier League, numa altura em que os "foxes" (raposas) – nome pelo qual é tratado popularmente o clube – lideram a competição, a seis jornadas do final.

"Anseio pela conquista do título do Leicester. Penso que seria positivo para o desporto", referiu o príncipe em declarações na cerimónia do 10.º aniversário como presidente honorário da Federação Inglesa de Futebol (FA), de acordo com o "Daily Mirror".

William, segundo na linha de sucessão ao trono de Inglaterra – a seguir ao pai, o príncipe Carlos – é um conhecido adepto do Aston Villa, equipa que segue em último lugar, sendo quase certa a sua descida de divisão. Facto que não o impede de torcer pelos improváveis líderes.

Numa receção no estádio de Wembley, à qual compareceu o selecionador inglês Roy Hodsgon, o príncipe não foi poupado de elogios. "É alguém que se preocupa com o desenvolvimento e trabalho que fazemos quer na formação, como na seleção principal. Não se limita a ouvir, faz perguntas e dá opinião", referiu o presidente da FA, Greg Dyke, em relação ao monarca.

Num campeonato construído à base de milhões, onde o dinheiro abunda e o estrelato de jogadores também, a história de sucesso do Leicester tem sido digna de um filme. Nos últimos anos, a equipa tem passado mais tempo nos escalões secundários do futebol inglês do que na liga principal. Aliás, o clube da cidade de Leicester apenas subiu de escalão há dois anos e na época passada esteve a lutar até ao fim pela manutenção na Premier League.

Agora, sob o comando do italiano Claudio Ranieri e com a ajuda preciosa do ponta de lança inglês Jamie Vardy, as raposas lideram o campeonato com 69 pontos, mais sete que o Tottenham, 2.º classificado. O melhor registo do Leicester na Premier League é um 2.º lugar, no longínquo ano de 1929.