Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Chelsea confirma contratação de Antonio Conte

  • 333

Sven Hoppe / EPA

Atual selecionador de Itália vai rumar à Premier League depois do Euro 2016. Clube londrino acaba de confirmar a entrada do italiano para as próximas três épocas

Antonio Conte vai ser o treinador do Chelsea nas próximas três temporadas, anunciou esta tarde o clube londrino no seu site oficial. O treinador italiano, há muito apontado como possível substituto do holandês Guus Hiddink no comando da equipa, começará a trabalhar no início da próxima época, depois de concluído o Campeonato da Europa, onde vai orientar a seleção do seu país.

“Estou muito entusiasmado com a possibilidade de trabalhar no Chelsea. Orgulhoso que estou em ser treinador da seleção do meu país, só poderia abraçar em seguida um projeto tão atrativo como este”, refere o técnico em declarações ao site na internet do clube britânico, manifestando muita expectativa “pela vivência do dia a dia no clube e na Premier League”.

Depois de referir que o Chelsea e o futebol britânico são seguidos em todo o mundo, também pela paixão transmitida pelos espectadores desde as bancadas, aos 46 anos Conte diz que a sua ambição “é poder prosseguir a carreira vitoriosa que teve na sua passagem por Itália”, onde antes de chegar a selecionador conquistou três títulos de campeão nacional ao serviço da Juventus.

Antigo jogador internacional, Conte será o quinto técnico italiano a assumir o comando do Chelsea, depois das passagens de Gianluca Vialli, Claudio Ranieri, Carlo Ancelotti e Roberto Di Matteo.

Atual 10.º classificado da Premier League, o Chelsea tem vindo com Hiddink a recuperar de uma época nada condizente com o seu estatuto dos anos mais recentes. Apesar de no verão de 2015 ter mantido José Mourinho no comando, o despedimento do português tornou-se inevitável a 17 de dezembro, quando a equipa se viu atirada para o fundo da tabela – muito longe dos anos de glória que possibilitaram três títulos de campeão e muitas outras conquistas que fizeram do “special one” o “treinador mais titulado em 110 anos de história do clube”.

  • Guus Hiddink é o novo treinador do Chelsea

    Dois dias após Mourinho ter sido despedido, o clube inglês de futebol anunciou que o técnico holandês será o novo treinador até ao final da época. Hiddink assume a liderança do comando técnico do Chelsea pela segunda vez

  • A queda do homem que é melhor que os outros a pôr-se de pé

    Chegou como Special One, no Twitter diz-se que saiu como Special Gone. A queda “do melhor treinador” que o Chelsea já teve contada em 11 frases enunciadas pelo próprio Mourinho: já eram vigorosas quando foram proferidas, tornam-se clarificadoras em dia de desenlace - o técnico português foi despedido esta quinta-feira do Chelsea, clube que levou à conquista do campeonato há apenas sete meses (mas que está somente um ponto acima da zona de descida). Mas ele já nos mostrou que é melhor que os outros a pôr-se de pé (na primeira vez em que foi despedido do Chelsea acabou campeão europeu no Inter)

  • Special One, Happy One, Fired Twice

    Não havia falta de confiança no Chelsea, mas falta de pachorra. Mourinho foi mordido pelo monstro que criou - porque foi com ele que o Chelsea voltou a ser efetivamente grande. E depois entra a ironia suprema do futebol: o último desaire do técnico português acontece contra o Leicester de Ranieri, um tipo que o português desprezou e ridicularizou (e que substituiu no Chelsea em 2004). A análise de Pedro Candeias, editor de Desporto do Expresso