Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Tiago Monteiro na primeira linha

  • 333

Bom começo de Tiago Monteiro (Honda Civic), segundo mais rápido na qualificação, o que o coloca na primeira linha da grelha para a corrida principal, a segunda da jornada de abertura do WTCC (Campeonato do Mundo de Carros de Turismo).

O dia tinha começado bem para o piloto português que fez o melhor tempo no primeiro treino livre e a segunda marca no segundo treino livre, aqui atrás do sueco Thed Bjork (Volvo S60), com os Citroen a revelarem inesperadas dificuldades para imporem a superioridade patenteada nos dois últimos anos.

Mas na qualificação a superioridade dos C-Elysée oficiais foi incontestável, até à Q3, altura em que Tiago Monteiro fez um tempo que bateu o anterior “record” (1’29,245”), que pertencia ao francês Sébastien Loeb. O francês Yvan Muller (Citroen C-Elysée) falhou a tentativa de assalto à “pole position”. O piloto português foi suplantado pelo argentino Jose Maria Lopez (Citroen C-Elysée), que foi o único a chegar ao segundo “28”.

Em consequência destes resultados, Tiago Monteiro vai partir para a segunda corrida, a mais extensa da primeira linha da grelha, e para a primeira da quinta, tendo a seu lado o bi-campeão do mundo. O piloto contabilizou quatro pontos pelo segundo lugar na grelha de partida.

A qualificação da corrida francesa assinalou a estreia da denominada MAC3, uma qualificação feita por três carros da mesma marca, na circunstância, Lada, Honda e Citroen, uma vez que a Volvo só faz alinhar dois carros.

A Lada, com o italiano Gabriele Tarquini, o francês Hugo Valente e o holandês Nicky Catsburg foi a primeira a entrar em pista, com o seu “comboio” a funcionar de forma excelente.

Seguiu-se a Honda, com Tiago Monteiro, o inglês Robert Huff e o húngaro Norbert Michelisz, com a marca japonesa a ver as suas aspirações frustradas devido ao mau arranque do inglês, que desde logo ficou longe do seus companheiros de equipa e não mais conseguiu recuperar. A Honda cabou por ficar a mais de dois segundos da marca russa, porque o que conta é o terceiro carro a cortar a meta.

Na Citroen, o terceiro homem foi o marroquino Mehid Bennani, claramente mais lento do que Jose Maria Lopez e Yvan Muller. Esperava-se que fosse Bennani a marcar o ritmo, levando atrás de si o argentino e o francês. Mas não foi isso que sucedeu - Mehdi Bennani atrasou-se em relação ao duo franco-argentino, embora tenha conseguido minimizar estragos, permitindo que a Citroen fizesse o melhor tempo ao bater Lada por 0,030” (!). Como consequência, a Citroen somou 10 pontos, a Lada oito e a Honda seis.

Amanha, as corridas têm lugar às 11h00 e às 16h00, com transmissão direta no Eurosport1.

Grelhas de partida

1.ª Corrida

1.ª linha – Robert Huff (Honda Civic); Fredrik Ekblom (Volvo S60); 2.ª linha – Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée); Norbert Michelisz (Honda Civic); 3.ª linha – Thed Bjork (Volvo S60); Nicky Catsburg (Lada Vesta); 4.ª linha – Tom Coronel (Chevrolet Cruze); Yvan Muller (Citroen C-Elysée); 5.ª linha – Tiago Monteiro (Honda Civic); Jose Maria Lopez (Citroen C-Elysée). Alinham mais sete pilotos

2.ª Corrida

1.ª linha – Jose Maria Lopez (Citroen C-Elysée), 1’28,950”; Tiago Monteiro (Honda Civic), 1’29,213”; 2.ª linha – Yvan Muller (Citroen C-Elysée), 1’29,262”; Tom Coronel (Chevrolet Cruze), sem tempo; 3.ª linha – Nicky Catsburg (Lada Vesta), sem tempo;Thed Bjork (Volvo S60), 1’29,733”; 4.ª linha – Norbert Michelisz (Honda Civic), 1’29,958”; Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée), 1’30,021”; 5.ª linha – Fredrik Ekblom (Volvo S60), 1’30,221”; Robert Huff (Honda Civic), 1’30,576”. Alinham mais sete pilotos