Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Lewis Hamilton garante a “pole”

  • 333

Mais rápido na qualificação para o GP da Austrália, o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) repetiu o feito no Bahrain, com a primeira linha a ser monopolizada pelos carros da marca da estrela

Este sábado, assistiu-se a mais um duelo Mercedes-Ferrari. O australiano Daniele Ricciardo (Red Bull RB11/Tag Heuer) não escondeu a satisfação por ter assegurado o quinto tempo, ou seja, por ter sido o melhor dos outros e por ter superado os Williams-Mercedes, do finlandês Valtteri Bottas e do brasileiro Felipe Massa, que ficaram nos lugares imediatos, separados por 0,002” (dois milésimos de segundo!).

Na derradeira fase da qualificação, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) ainda deu a sensação do poder colocar em causa a superioridade dos “Mercedes boys”, mas depois o seu compatriota Nico Rosberg e o campeão do mundo voltaram a impor a superioridade da Mercedes, com Lewis Hamilton a ter de fazer uma segunda volta, verdadeiramente espectacular, para assegurar a “pole”. Na primeira tentativa falhara de forma clara a entrada da reta da meta.

Destaque para a ausência do espanhol Fernando Alonso, que não foi autorizado a alinhar no GP do Bahrain devido a uma lesão (no GP da Austrália fraturou duas costelas). O holandês Stoffel Vandoorne foi chamado para o seu lugar, tendo conseguido entrar na Q2, registar o 12º tempo e bater o muitíssimo mais experiente Jenson Button, seu colega de equipa.

Referência, por fim, ao finlandês Kevin Magnussen (Renault RS 16 Renault), que partirá da via das “boxes” por ter falhado uma pesagem

Grelha de partida oficiosa:

Grelha de partida oficiosa: 1ª linha – Lewis Hamilton (Mercedes MGP W07/Mercedes), 1’29,493”; Nico Rosberg (Mercedes MGP W07/Mercedes), 1’29,570”; 2ª linha – Sebastian Vettel (Ferrari SF16-H/Ferrari), 1’30,012”; Kimi Raikkonen (Ferrari SF16-H/Ferrari), 1’30,244”; 3ª linha – Daniel Ricciardo (Red Bull RB12/TAG-Heuer), 1’30,854”; Valtteri Bottas (Williams FW38/Mercedes), 1’31,153; 4ª linha – Felipe Massa (Williams FW38/Mercedes), 1’31,155”; Nico Hulkenberg (Force India VJM09/Mercedes), 1’31,620”; 5ª linha – Romain Grosjean (Haas VF16-Ferrari), 1’31,756; Max Verstappen (Toro Rosso STR11/Ferrari), 1’31,772”; 6ª linha – Carlos Sainz (Toro Rosso STR11/Ferrari), 1’31,816”; Stoffel Vandoorne (McLaren MP4-31/Honda), 1’31,934”; 7ª linha –Esteban Gutierrez (Haas VF-16/Ferrari), 1’31,945”; Jenson Button (McLaren MP4-31/Honda), 1’31,998; 8ª linha – Daniil Kvyat (Red Bull RB12/TAG-Heuer), 1’32,241”; Pascal Wehrlein (Manor MRT05/Mercedes), 1’32,806”; 9ª linha – Marcus Ericsson (Sauber C35/Ferrari), 1’32,840”; Sergio Perez (Force India VJM09/Mercedes), 1’32,911”; 10ª linha – Kevin Magnussen (Renault RS16/Renault), 1’33,181”; Jolyon Palmer (Renault RS16/Renault), 1’33,438”; 11ª linha – Rio Haryanto (Manor MRT05/Mercedes), 1’34,109”; Felipe Nasr (Sauber C35/Ferrari), 1’34,388”