Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Este homem vai ensinar-lhe (quase) tudo o que precisa de saber sobre futebol

  • 333

Hugo Belchior é fundador da Bwizer, empresa que organizou 302 eventos em 2015, com um volume de negócios superior a €1,3 milhões

DR

Chama-se Hugo Belchior e, na realidade, não tem qualquer formação em futebol. Mas criou um Congresso de Futebol online que, esta semana, reúne 36 palestrantes do futebol nacional, entre treinadores, jogadores e empresários

Se passa horas a ver aqueles programas televisivos onde se discutem faltas, penáltis, foras de jogo e bocas e guerras verbais entre dirigentes, esqueça. Mas se em alternativa gosta de ver, pensar e falar de futebol propriamente dito, então o Congresso de Futebol online é ideal para si.

Entre esta segunda-feira e até domingo, 36 palestrantes –treinadores, jogadores, ex-jogadores, empresários e profissionais de saúde – vão partilhar o conhecimento que têm sobre futebol com quem queira inscrever-se no Congresso de Futebol online, organizado pela empresa Bwizer.

E o que é o Congresso de Futebol online? Hugo Belchior, o organizador da formação, explica. “A Bwizer já está no mercado desde 2008, essencialmente a ajudar os clientes a evoluir através de ações de formação. Estávamos sobretudo na área da saúde, mas decidimos entrar na área do desporto, através deste evento arrojado no futebol, que pretende dotar os inscritos de mais conhecimento, juntando palestrantes com diferentes experiências”, explica ao Expresso.

Pedro Martins, treinador do Rio Ave, António Simões, ex-jogador e treinador, Tarantini, jogador do Rio Ave, e Jorge Maciel, treinador adjunto do Arouca, são alguns dos nomes do Congresso, que é gratuito, ainda que tenha um acesso especial reservado a quem quiser pagar.

“Quem quiser seguir o evento gratuitamente, só tem de estar online à hora das palestras e segui-las em direto. Quem comprar o acesso VIP, que custa 297 euros, pode ter acesso a todas as conversas em qualquer altura, durante um ano, em formato de vídeo ou áudio, tendo também o benefício de três créditos do Instituto Português do Desporto e Juventude para a renovação da cédula de treinador, para além de uma série de outros descontos”, diz Hugo Belchior.

O organizador assume que os custos da iniciativa são altos – “alguns milhares de euros” –, mas encara-os como um investimento de futuro, que até tem sido bem-sucedido no presente dada a adesão ao evento: mais 4500 inscritos, a maioria de Portugal, mas contando também com muitos brasileiros, espanhóis e mexicanos. “Ficámos surpreendidos com o número de inscrições, até porque assumimos a perspetiva de investimento como meio de marcarmos posição no mercado do futebol”, diz Hugo Belchior, acrescentando que a empresa – que organizou 302 eventos em 2015, com um volume de negócios superior a 1,3 milhões de euros – pondera a realização de um congresso presencial no Porto nos próximos meses.

“É uma área onde há falta de oferta, porque a que há parece estar presa no tempo: sempre as mesmas pessoas, com a mesma conversa. O nosso objetivo é oferecer mais conhecimento para ajudar à evolução do futebol. Neste momento, até temos jogadores de I Liga inscritos, o que demonstra que há alguma mudança de mentalidade hoje em dia, até os jogadores querem saber mais. Numa área onde o conhecimento português é de qualidade, podemos transformá-lo em produto e em produto exportável”, conclui.