Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Rali Serras de Fafe. José Pedro Fontes entra a vencer

  • 333

Jorge Cunha

O campeão nacional José Pedro Fontes (Citroen DS3 R5) venceu o Rali Serras de Fafe, primeira prova do Campeonato Nacional de Ralis

Mais rápido nas duas especiais noturnas da véspera, Ricardo Moura (Ford Fiesta R5) manteve o comando, até à primeira passagem pela Lameirinha, altura em que o diferencial cedeu e Miguel Campos (Skoda Fabia R5), mais rápido nas duas primeiras classificativas do dia, assumiu o comando.

Mas logo a seguir, na segunda passagem por Luilhas, o piloto do Skoda ficou sem direção assistida, perdeu mais de um minuto para os mais rápidos, o que deixou José Pedro Fontes no comando, posição que manteria até final.

Para o campeão nacional, “foi um bom início de campeonato”. Tanto mais que nunca podemos levantar o pé, porque o Pedro Meireles manteve uma pressão constante”, afirmou

Pedro Meireles (Skoda Fabia R5) tentou pressionar o campeão nacional mas, ao ver que não conseguia aproximar-se, optou por assegurar o segundo lugar, à frente de Miguel Campos que completou o pódio e que, sem o minuto perdido de manhã, podia ter vencido.

“No primeiro dia, por causa da nossa inexperiência era impossível guiar o carro, porque a suspensão não estava com a afinação ideal para a lama, mas hoje melhorámo-lo e os tempos surgiram”, reconheceu Pedro Meireles. Já Miguel Campos admitiu que “sem o problema da direção assistida poderia ter ganho o rali”.

Na estreia nas provas de estrada, Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5) terminou em quinto, depois de ter começado o segundo dia em 11.º, a escassos 7,6” de Carlos Martins (Citroen DS3 R5). O piloto do Skoda revelou-se satisfeito por ter chegado ao fim do rali com um bom resultado. “Foi um rali de aprendizagem e há muito potencial para explorar”, garantiu.

Diogo Gago (Peugeot 208 R2), que fechou o “top ten”, venceu entre os carros de duas rodas motrizes, enquanto José Merceano (Mitsubishi Lancer VIII) foi o primeiro dos envolvidos na Taça FPAK de Ralis de Terra.

A próxima prova realiza-se em Castelo Branco, a 22 e 23 de abril.

Classificação final:

1.º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen DS3 R5), 1.25’25,3”; 3.º, Pedro Meireles/Mário Castro (Skoda Fabia R5), a 9,6”; 3.º, Miguel Campos/Carlos Magalhães (Skoda Fabia R5), a 1’07,2”; 4.º, Carlos Martins/Daniel Amaral (Citroen DS3 R5), a 3’29,7”; 5.º, Miguel Barbosa/Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), a 3’37,3”; 6.º, Diogo Salvi/Paulo Babo (Ford Fiesta R5), a 4’32,1”; 7.º,

Joaquim Alves/Luís Ramalho (Ford Fiesta R5), a 4’36,7”; 8.º, Manuel Castro/Luís Costa (Skoda Fabia S2000), a 7’30,0”; 9.º, Elias Barros/Ricardo Faria (Ford Fiesta R5), a 8’08,0”; 10.º, Diogo Gago/Hugo Magalhães (Peugeot 208 R2), a 8’30,5”. Classificaram-se mais nove equipas.

  • Mais rápido na dupla passagem pela classificativa do Conforco, Ricardo Moura comanda o Rali Serras de Fafe, com 13,8” de avanço sobre o regressado Miguel Campos