Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

A verdadeira história do penálti de Messi: Suárez roubou o golo a Neymar

  • 333

ALBERT GEA / Reuters

O relato é feito pelo jornal desportivo catalão “Mundo Deportivo”. O Bola de Ouro treinou o penálti com Neymar. Mas na hora H Luís Suárez furou o plano e fez o golo

Martim Silva

Martim Silva

Diretor-Executivo

O penálti indireto de Messi e Suárez do último domingo está a correr mundo e muito se tem escrito e dito sobre o lance. Se é legal ou não, que outros casos houve na história, etc... O que não era conhecido e agora ficou a saber-se é que o penálti foi combinado entre Messi e Neymar, mas o avançado uruguaio Luís Suárez furou os planos e foi ele a marcar o golo.

A história é esta terça-feira contada com pormenor no jornal digital desportivo catalão "Mundo Deportivo". Ali se conta que no sábado passado, véspera do jogo do Barcelona com o Celta de Vigo no Camp Nou, Messi e o craque brasileiro estiveram discretamente a treinar a jogada do penálti indireto. Mas sem que se tivesse percebido durante o treino que a jogada era para repetir "a sério".

Na noite desta domingo, durante a partida e quando o Barcelona já ganhava por 3-1, Messi sofreu uma falta para pénalti. O argentino e o brasileiro conversaram uns segundos antes da marcação do castigo e de acordo com o relato do jornal, combinaram realizar a jogada ensaiada. "Vamos fazê-lo..."

Messi cumpriu a sua parte do plano, que passava por marcar o penálti com um pequeno toque na bola (ligeiramente para a direita, ligeiramente para a frente). O resto da história é que não saiu como planeado. Suárez entrou na área primeiro do que o seu companheiro brasileiro, correu mais depressa, chutou e marcou o golo.

Nos festejos, ainda de acordo com o "Mundo Deportivo", Neymar abeirou-se de Suárez e disse-lhe, divertido, que o golo era para ser dele. Mas o uruguaio respondeu que não sabia de nada.

Após o jogo, nas declarações à imprensa, Neymar não se mostrou agastado com o sucedido. "Messi e eu tinhamos treinado o penálti, era para mim, mas 'O Gordo' correu e fez o golo", disse Neymar aos jornalistas, chamando Suárez pela alcunha pela qual é conhecido no balneário do Barcelona.

O penálti foi vivido em direto com incredulidade pelo banco dos catalães. Um dos jogadores ter-se-á apercebido do que ia acontecer (por se recordar do treino da véspera) e disse-o a um dos adjuntos do treinador Luis Enrique.

  • Parece que o penálti do ano é ilegal (e devia ter sido repetido)

    Suárez entra na grande área ainda antes de Messi tocar na bola. Mas não é o único, pois um defesa do Celta de Vigo também o faz. É uma questão de centímetros que a “olho nu e no dinamismo da jogada” é quase de “impossível perceção” para o árbitro. Duarte Gomes analisa

  • Messi, Suárez e o penálti do ano

    Frente ao Celta Vigo, o Barcelona beneficiou de uma grande penalidade. O marcador de serviço Messi correu para a bola mas em vez de um remate... passou o esférico para Suarez fazer o golo . As opiniões dividem-se entre um lance genial ou o desrespeito pelo adversário