Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Futre tinha razão, os chineses vêm aí

  • 333

Fernando Veludo / Lusa

A Ledman, uma empresa chinesa, fechou um negócio com a Liga Portuguesa. Vai enviar para os clubes portugueses dez futebolistas e três treinadores adjuntos e a Liga tem de “garantir uma taxa de utilização dos jogadores e comprometer-se a elevar o nível dos atletas chineses”

Já dizia Paulo Futre que “vão vir charters da China”. Esta segunda-feira, a Liga Portuguesa de Futebol, presidida por Pedro Proença, anunciou que tem novo patrocinador para a segunda divisão: a empresa chinesa Ledman. Um das condições do negócio implica a vinda de dez jogadores e três treinadores adjuntos chineses para os relvados e bancos nacionais.

“O acordo implica os dez futebolistas, sim, para valorizar a LigaPro. A Liga ainda não se pronuncia, porque é preciso perceber em que moldes regulamentares será feita a introdução dos dez jogadores chineses”, diz fonte da Liga ao Expresso.

Os futebolistas, avança em comunicado a Ledman , têm de ser obrigatoriamente integrados “nos dez melhores clubes da Segunda Liga, tendo a Liga portuguesa que garantir uma taxa de utilização dos jogadores e comprometer-se a elevar o nível dos atletas chineses”.

Além disto, a Ledman “adquire em exclusivo o título de patrocinador da Segunda Liga”, passando esta a designar-se Ledman Proliga assim que o acordo for assinado. A empresa chinesa torna-se assim a “primeira do país” a patrocinar uma liga de futebol na Europa.

A Ledman é uma multinacional na área da optoelectrónica que já patrocina as duas principais ligas de futebol na China e detém o clube Shenzen Renren.

A Liga Portuguesa foi mais comedida no comunicado sobre o negócio, fugindo a grandes explicações e remetendo mais detalhes do negócio para “tempo oportuno”. Não há referências a condições ou valores.

“A Liga está a desenvolver um trabalho de valorização da Segunda Liga, integrado no Plano de Atividades para este mandato. A aprovação unânime do novo modelo competitivo da prova e a revelação da nova marca da competição, a LigaPro, foram avanços significativos que se concretizaram recentemente”, lê-se na página oficial.