Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Florentino para Benítez: o clube é meu, os jogadores são meus, o onze é meu. Si?

  • 333

Quando tudo estava bem: Benitez e o presidente do Real Madrid, Florentino Perez, na tradicional foto de apresentação do novo treinador

Emilio Naranjo / EPA

O que correu mal na relação entre presidente e treinador do Real Madrid? Tudo, porque, para Pérez, uma equipa de futebol é uma equação impossível, onde só existem avançados

Correu mal desde o início.

Florentino Pérez quis trocar Carlo Ancelotti por Rafa Benítez porque precisava de um tipo que punha jogadores a correr, que tinha um estilo autoritário, emocionalmente distante do plantel. Resumindo: Florentino queria um tipo que pensasse pela cabeça dele e foi isso que pediu a Benítez quando o abordou. Depois, quando a coisa ficou afinada entre ambos, preto no branco, Pérez disse-lhe isto:

- Olha, isto vai ser fácil. Então, jogam De Gea, Danilo, Sergio Ramos, Värane e Marcelo na defesa. No meio-campo, Toni Kroos, Luka Modríc e James. E, à frente, Bale, Ronaldo e Benzema. Ah, os craques têm de jogar sempre, porque odeiam ser substituídos. E têm de acabar a época bem, porque no ano passado ficámos sem gás. Já agora: tens de pôr os miúdos da cantera a jogar.

Basicamente, escreve o “Sunday Times”, Benítez foi ao engano e caiu na esparrela. Neste artigo escrito por Jonathan Northcroft, onde se percebe que a fonte é o ex-treinador do Real Madrid, relata-se ponto a ponto o que levou à ruptura entre as partes.

E são estes:

1) Benítez pediu um substituto para Benzema e Pérez ordenou-lhe que pusesse Ronaldo na posição 9. “Ele pode jogar ali”

2) Pérez avisou Benítez de que o futuro do Real Madrid era Bale e não Ronaldo, mas pediu-lhe que tivesse cuidado na gestão do ego do português. “Ele pode despedir-te a ti e a mim e ao diretor desportivo de uma só vez.” Em público, Pérez mima e dá moral ao português; em privado, garante que se alguém se chegar à frente com uma centena de milhões, Ronaldo tem guia de marcha.

3) Benítez foi despedido após 25 jogos mas esteve para ser despachado ao 23.º, no rescaldo do triunfo histórico do Real por 10-2 diante do Rayo Vallecano. Pérez entrou no balneário no final do encontro e gritou com Benítez: “Porque é que o Bale foi substituído?”. “Porque já tinha marcado quatro golos, estávamos a ganhar por 8-2, e ele merecia uma ovação.” “Podia ter marcado cinco! Foi a tua pior substituição!”

4) Benítez contratou Mateo Kovacic ao Inter de Milão por €30 milhões, por achar que aquele meio-campo precisava de músculo e intensidade. Pérez cedeu, mas não gostou: “Devíamos ter esperado três anos e teríamos pago €80 milhões por ele - o Real Madrid só compra estrelas, jogadores já formados”.

5) Às tantas, antes do clássico com o Barcelona, um amigo de Benítez e de Pérez que ninguém sabe quem é, aconselhou o treinador: “Tens de pôr em campo o onze do presidente”. Derrota por 0-4. “Tinhas razão, a partir de agora, fazes como quiseres”, disse Pérez. Assim foi, durante algum tempo, até que o presidente vestiu o papel de gestor de conta. “Sabes quantas camisolas vende o James?”