Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Assassinado antigo capitão da seleção de futebol de El Salvador

GETTY

Alfredo Pacheco tinha sido banido para sempre do futebol em 2013 por combinar resultados dos jogos

O antigo capitão da seleção de futebol de El Salvador Alfredo Pacheco foi assassinado por homens armados que o alvejaram ao início de domingo, quando se encontrava numa estação de combustível na cidade de Santa Ana, 76 quilómetros a oeste da capital do pequeno país da América Central.

Os atacantes chegaram num veículo e abriram fogo, matando Pacheco e ferindo dois amigos que se encontravam com ele. A polícia está a investigar o motivo do ataque, que ocorre num país com cerca de 30 assassínios por dia, 80% dos quais relacionados com disputas entre gangues.

Entre 2005 e 2013, Pacheco integrou a seleção do seu país por 85 vezes, tendo chegado a capitão. Em 2013 foi considerado culpado, conjuntamente com outros 13 jogadores que alinharam pela seleção, de ter recebido subornos para perder jogos. A Federação de Futebol Salvadorenha baniu os jogadores vitaliciamente, numa decisão que foi ratificada pela FIFA.