Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Blatter e Platini afastados do futebol por oito anos

  • 333

Reuters

A decisão terá efeitos imediatos. Tanto o presidente da FIFA como o dirigente da UEFA são afastados devido a um “pagamento não leal”

O presidente da FIFA, Sepp Blatter, e o dirigente da UEFA, Michel Platini, foram banidos de desempenharem qualquer cargo no mundo do futebol durante os próximos oito anos, segundo a decisão anunciada esta segunda feira pelo juiz alemão Hans-Joachim Eckert, no âmbito de uma investigação da FIFA relacionada com uma quebra do código de ética.

A comissão de ética da FIFA acusara Platini de ter recebido 1,8 milhões de euros em 2011 de Blatter. Ambos afirmaram que não havia nada a apontar na sua conduta, alegando que o pagamento honrava um compromisso feito em 1998, relativo a trabalho desempenhado por Platini como assistente técnico de Blatter, entre 1998 e 2002. O juiz considerou tratar-se de um “pagamento não leal”.

Blatter, atualmente com 79 anos, já anunciara a intenção de se afastar do cargo antes das eleições de fevereiro, em sequência das investigações de que a sua organização está a ser alvo.

Platini, com 60 anos, era apontado como um dos seus possíveis sucessores na FIFA.

A decisão, que terá efeitos imediatos, poderia ter sido mais pesada, uma vez que ambos arriscavam um afastamento vitalício.