Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Nacional-FC Porto acabou com o mesmo resultado mas com mais polémica

  • 333

HOMEM DE GOUVEIA / Lusa

Jogo foi retomado esta segunda-feira. Resultado não se alterou, queixas dos madeirenses também não - pediram um penálti na véspera, voltaram a reclamar um novo esta segunda-feira. Marcano está no dois lances

O FC Porto manteve esta segunda-feira a vantagem e venceu o Nacional na Madeira por 2-1, após disputados os 15 minutos que faltavam concluir no jogo da 13.ª jornada da I Liga de futebol, interrompido na véspera devido ao nevoeiro.

O jogo fechou com mais queixas dos madeirenses. Na véspera tinham reclamado uma mão de Marcano na área, que Jorge Sousa não considerou penálti, e esta segunda pediram falta de Marcano sobre João Aurélio dentro da área portista, quando faltavam poucos minutos para o fim do jogo. Os jogadores do Nacional queixaram-se veementemente, o árbitro admoestou o jogador da casa com um amarelo.

O jogo Nacional-FC Porto foi interrompido pela última vez ao minuto 84 (incluindo as duas paragens anteriores devido ao nevoeiro) no estádio da Madeira, no Funchal, numa altura em que os dragões já venciam por 2-1, com tentos de Marcano (6 minutos) e Brahimi (14), tendo Willyan marcado pelo Nacional (8 minutos).

Com esta vitória, o FC Porto, segundo classificados, volta a ficar a dois pontos do comandante Sporting, que lidera com 35 pontos, e com três de vantagem para o terceiro, o Benfica, enquanto o Nacional termina a jornada no 12.º lugar, com 15 pontos.