Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

À luz do dia é outra coisa

  • 333

A alvorada faz nascer uma alma nova aos condutores das 24 Horas de Fronteira

ACP/MOTORSPORT

Com as 24 Horas TT Vila de Fronteira a caminharem para o fim a pista mantém-se em muito boas condições. Equipas estrangeiras dominam prova

Quando o dia finalmente nasce e começamos a dar as primeiras voltas já com alguma luz natural parece que também nos nasce uma nova alma: é só aguentar (nós e o carro) mais meia-dúzia de horas e a corrida está feita. É claro que enquanto o sol não sobe, os raios do astro madrugador fazem mais mal que bem, pois encandeiam que se fartam.

Finalmente vêem-se os buracos e valas em tamanho natural e já se podem desenhar umas manobras evasivas para não cair lá dentro, isto se não vierem dois ou três “aviões” a acelerar lá ao longe e a apertar connosco nos segundos imediatos. Nem na física clássica nem nas corridas de automóveis dois corpos podem ocupar o mesmo lugar ao mesmo tempo. Quando se tenta violar esta verdade básica há cacos: foi assim que à meia-noite e meia descobri a “bacquet” cheia de bocados do espelho retrovisor exterior que um “artista” cheio de pressa tinha feito o favor de nos arrancar.

A menos de três horas do fim tudo indica que o carro se vai aguentar, ainda que toda a atenção ao ponteiro da temperatura seja pouca. A ver vamos. No topo da tabela algumas alterações importantes com a equipa luso-francesa de Alexandre Andrade em AC Nissan Proto a cair para a terceira posição, sendo os dois lugares cimeiros ocupados pelo Sadev Oryx de Francis Lauilha e pelo Mitsubishi Pajero do letão Igor Skoks. Será esta a classificação final? Não era a primeira vez que havia um golpe de teatro com a meta à vista.

Disto vos darei conta na próxima e última crónica, lá para as 14h00.

  • À luz do lampião

    Uma corrida nocturna tem outro sabor. Saiba qual a sensação de guiar uma noite inteira à luz do farol lendo esta crónica

  • Partida sem incidentes de maior nas 24 Horas TT Vila de Fronteira, apesar do muito pó em pista. Os concorrentes estão em prova desde as 14.00

  • A pista das 24 Horas TT Vila de Fronteira apresenta-se, ainda, lisa e completamente seca, permitindo voltas-canhão. Mas amanhã, a partir das primeiras horas de prova já não será assim

  • Piso muito seco e muito pó obrigaram a organização das 24H TT Vila de Fronteira a alterar o horário dos treinos da prova