Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Quem lidera o Rali de Gales? Ogier, quem havia de ser...

  • 333

Massimo Bettiol / Getty Images

Ao fim dos primeiros 131,21 quilómetros em contrarrelógio, o francês tricampeão mundial só conseguiu ganhar 13,5 segundos de vantagem ao britânico Kris Meeke

Pedro Roriz

Cumprida a primeira etapa do Wales Rally GB, derradeira prova do Campeonato do Mundo de ralis, o francês e tricampewão mundial Sébastien Ogier, ao volante de um VW Polo R WRC, está, como de costume, na frente.

Desta vez, porém, e ao contrário do que tantas vezes tem sucedido esta época, não é um dos seus colegas de equipa quem o secunda mas sim o inglês Kris Meeke (Citroën DS3 WRC). Ao fim dos primeiros 131,21 km contra-o-relógio, Ogier só conseguiu ganhar 13,5 segundos de vantagem ao seu mais direto perseguidor, apesar de comandar a prova desde o arranque.

Kris Meeke, que venceu umdos seis troços cronometrados neste primeiro dia, parece assim disposto a convencer os responsáveis da Citroën de que vale a pena à marca manter-se no Mundial de ralis em 2016.

"O Meeke está a guiar muito bem e não vai ser fácil ganhar o rali", disse Ogier no final da primeira etapa, enquanto o inglês, pelo seu lado, reconhecia que "foi fantástico ver tantos espectadores com bandeiras", revelando-se "muito contente" com o que fez na segunda parte do dia.

Atrás dos dois primeiros, nova dupla VW-Citroen, com o norueguês Andreas Mikkelsen (VW Polo R WRC) a dispor de 11,6 segundos de avanço sobre o seu compatriota Mads Ostberg (Citroen DS3 WRC), tudo indicando que este sábado, no dia mais longo, com nove provas especiais de classificação, o duelo vá continuar a ser intenso.

O espanhol Dani Sordo (Hyundai i20 WRC), em 5.º, é o melhor dos outros, mas já a mais de um minuto dos homens da frente, com a sua subida na classificação dependente, ao que parece, de problemas sentidos pelo quarteto dianteiro.

Pelo caminho ficou já o finlandês Jari-Matti Latvala (VW Polo R WRC), logo na segunda especial, com escassos 3,19 quilómetros de extensão. Depois de ter sido 2.º classificado atrás de Ogier na classificativa de abertura, Latvala saiu da estrada ao fim de 600 metros. Também Thierry Neuville (Hyundai i20 WRC) já desistiu, um troço mais adiante, quando arrancou a roda traseira esquerda. O belga parece afetado pelo facto de ter sido despromovido à segunda equipa da marca sul-coreana.

Por sua vez, o polaco Robert Kubica, que já tinha perdido cerca de três minutos em consequência de um furo no terceiro troço, bateu na última classificativa do dia e viu o radiador do seu Ford Fiesta RS WRC danificar-se a ponto de ter sido obrigado a parar, na ligação para o parque de assistência, para arrefecer o motor.

Classificação geral no final da 1.ª etapa:

1.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (VW Polo R WRC), 1h 16m 3,5s
2.º, Kris Meeke/Paul Nagle (Citroën DS3 WRC), a 13,5 segundos
3.º, Andreas Mikkelsen/Ola Floene (VW Polo R WRC), a 31,4 s
4.º, Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroën DS3 WRC), a 43 s
5.º, Dani Sordo/Marc Marti (Hyundai i20 WRC), a 1m 18,7s
6.º, Ott Tanak/Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC), a 1m 34,9s
7.º, Hayden Paddon/John Kenard (Hyundai i20 WRC), a 2m 3,5s
8.º, Elfyn Evans/Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC), a 2m 21,6s
9.º, Lorenzo Bertelli/Lorenzo Granai (Ford Fiesta RS WRC), a 3m 21,5s
10.º, Stéphane Lefebvre/Stéphane Prevot (Citroën DS3 WRC), a 3.25,4