Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Polícia francesa apreende dinheiro em casa de ex-responsável antidoping

  • 333

Stu Forster/Getty

Gabriel Dolle, ex-diretor do departamento médico e "antidoping" da Associação Internacional de Federações de Atletismo, está a ser investigado desde que o seu nome apareceu associado ao recente escândalo de doping envolvendo atletas russos

Helena Bento

Jornalista

Uma busca policial à residência de Gabriel Dolle, ex-diretor do departamento médico e "antidoping" da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) resultou na apreensão de 93 mil dólares em dinheiro (o equivalente a 84 mil euros), anunciaram esta quinta-feira as autoridades francesas, segundo a AFP.

Gabriel Dolle dirigiu aquele departamento da IAAF até ao final do ano passado. Está a ser investigado desde que o seu nome apareceu associado ao recente escândalo de doping envolvendo atletas russos, descrito e tornado público num relatório elaborado por uma comissão independente da Associação Mundial Antidopagem (AMA). Dolle é suspeito de ter recebido cerca de 140 mil dólares (200 mil euros) para encobrir resultados positivos em testes "antidoping".

Também Lamine Diack, ex-presidente da IAAF (abandonou o cargo em agosto do ano passado) está a ser investigado pela sua eventual ligação ao escândalo de doping. Suspeita-se que também o dirigente senegalês tenha recebido subornos para encobrir resultados incriminatórios em testes antidopagem. Esta semana o Comité Olímpico Internacional (COI) suspendeu o seu estatuto de membro-honorário da associação internacional. Habib Cisse, seu advogado, enfrenta uma acusação de corrupção.

O conselho directivo da IAAF, liderado atualmente pelo britânico Sebastian Coe, vai reunir-se na sexta-feira para discutir a situação da Rússia e a eventual suspensão do atletismo russo, como a comissão independente aconselhou.