Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Benfica e Jesus. Divórcio vai mesmo ser litigioso

  • 333

Manuel de Almeida/Lusa

Ao fim de uma hora e meia em tribunal, o Benfica e o Jorge Jesus não conseguiram reconciliar-se. Desta forma, o julgamento foi marcado para o final desta época

O Benfica e Jorge Jesus não chegaram a acordo em tribunal sobre o processo movido pelas 'águias' ao antigo treinador da equipa de futebol, com o início do julgamento a ficar marcado para junho de 2016.

"Eu e o doutor Rogério Alves combinámos que não há declarações. O julgamento está marcado para junho de 2016", disse João Correia, advogado do Benfica, à saída do tribunal do Barreiro, depois de uma tentativa de reconciliação, que durou cerca de meia hora.

À saída do tribunal, Jorge Jesus, que trocou o Benfica pelo Sporting, disse que o caso fica agora entregue aos seus advogados. "Nunca pensei estar nesta situação, já estive na sala de audiências, a partir de agora é com os meus advogados", disse.

O Benfica pede a Jorge Jesus uma indemnização de 14 milhões de euros por incumprimento de contrato, contactos mantidos com um funcionário do Sporting ainda durante a vigência do anterior vínculo e pela apropriação de 'software' confidencial do clube.