Siga-nos

Perfil

Expresso

Desporto

Campo Pequeno TV arranca emissões na próxima semana

  • 333

Nuno Botelho

Primeiro canal português de tauromaquia terá conteúdos "on demand" e um custo de subscrição de €7,50 euros por mês no MEO e na NOS.

Os aficionados de tauromaquia vão ter um novo canal de televisão ao seu dispor em Portugal a partir da próxima semana. Campo Pequeno TV é o nome do novo projeto que estará disponível a partir de 11 de novembro nas plataformas de televisão MEO e NOS, com um preço de subscrição mensal de 7,50 euros no lançamento.

Desenvolvido pela Sociedade de Renovação Urbana do Campo Pequeno - a entidade gestora do Campo Pequeno - o novo canal terá os seus conteúdos disponibilizados on demand, com o objetivo de dar "total flexibilidade" ao subscritor "para definir o que quer ver e quando", explica Rui Bento Vasques, diretor de tauromaquia do Campo Pequeno.

Entre os conteúdos centrais da programação estarão "corridas de touros do Campo Pequeno resumidas e comentadas, entrevistas de fundo a figuras de referência do mundo taurino, lides e pegas históricas comentadas, documentários sobre ganadarias, toureiros e forcados e história da tauromaquia".

Para a temporada de 2016, os responsáveis do canal estão também a "equacionar realizar alguns testes de transmissões de corridas em direto do Campo Pequeno".

"Temos um acordo fechado com a instituição detentora dos direitos e imagem dos toureiros em Portugal, o Fundo de Assistência dos Toureiros Portugueses, que são também nossos parceiros neste projeto", explica Rui Bento Vasques, pormenorizando que a decisão sobre estas transmissões em direto será tomada antes do arranque da próxima temporada, em abril de 2016.

Com um "orçamento controlado" e o plano de "crescer sustentadamente", o canal arranca com uma estrutura de "oito pessoas alocadas a funções de produção, edição, design, comunicação e marketing". A produtora IMI Produções será a responsável pela produção dos conteúdos da Campo Pequeno TV, que terá José Cáceres como repórter principal.

Sem quantificar os objetivos que tem quanto ao número de subscritores que a Campo Pequeno TV pode atingir, Rui Bento Vasques assume ter "muito boas expectativas", até pela experiência que já teve junto do público alvo com o canal que foi até agora disponibilizado na plataforma MEO Kanal. "Com a nova estratégia de gestão e produção de conteúdos, além da abertura a mais plataformas de distribuição, estamos certos de que teremos um aumento muito significativo de subscritores", diz, recordando que o universo de adeptos de touradas em Portugal "ronda os três milhões e trezentos mil", segundo dados de um estudo da Eurosondagem.